ENTREVISTA: Confira a entrevista com Alexandre Maroti - Produtor de Café

Publicado em 28/06/2012 19:22 e atualizado em 10/03/2020 13:17 493 exibições
Café: chuvas prejudicam lavouras de café em Minas Gerais. Cafeicultores estão sendo obrigados a vender a R$ 285 a saca para cobrir os custos. Produtores ainda não conseguiram acessar o recurso do Funcafé.

2 comentários

  • alexandre maroti nova resende - MG

    Concordo com ti ser cafeicultor não é nada facil ,Miguel Moura Abdalla olha desde criança apreedi com meu pai uma destas profissão e ta chegando no limite ,o problema é que o produtor aceita tudo abomba sempre estoura na mão dele,acho que os governates tinham que pensar mais nisto,pense se a cafeicultura falice ,o que é de empregos que seria perdido,que movimeto a cafeicultura ,e o que o governo arrecada de impostos ,olha acho que o produtor tem que começar a pensar um pouco mais nele tambem pois os custos deles sãos muit altos e retorno nem sempre tem .

    0
  • miguel moura abdalla piraju - SP

    Produtor de café está sendo sacrificado pelo preço da saca vendida amargando prejuízo de $100,00 por saca ,agora com a deterioração do produto o seu prejuízo será maior, devido não conseguir fazer um CAFÉ de qualidade com a queda de 40% dos grãos ao chão.

    Como diz o goiano É PRA ACABAR COM O PEQUI DO GOIAS, ou melhor.

    É PRA ACABAR COM O PRODUTOR DE CAFÉ DO BRASIL.

    Cultura que sustenta o emprego em nosso PAÍS VAI CHEGAR AO FIM, SE O GOVERNO NÃO FORMAR UMA POLÍTICA DE COMERCIALIZAÇÃO DO CAFÉ.

    UM PAÍS QUE ESTÁ COM O PRODUTO E O MUNDO NECESSITANDO URGENTEMENTE DA MERCADORIA, NÃO CONSEGUE MANDAR NO SEU PREÇO,O QUE PODEMOS ESPERAR DOS GOVERNANTES, CARO PRODUTOR COMO EU, SOU FIEL A DEUS, MAS ESTOU ACHANDO QUE SER CAFEICULTOR É PRAGA DE ESCRAVO.

    0