DA REDAÇÃO: Mudanças no padrão de chuva brasileiro pode trazer problemas aos produtores

Publicado em 19/10/2012 14:43 e atualizado em 19/10/2012 18:17 699 exibições
Clima: Confira a previsão do tempo para as principais regiões produtoras do país. Acompanhe a participação de produtores com perguntas sobre o comportamento climático por todo o Brasil.
Mudanças no padrão de chuva no Brasil podem trazer severas repercussões aos produtores rurais. As regiões mais afetadas são a Centro-oeste, a Sudeste e a Nordeste, principalmente na Bahia.

De acordo com o meteorologista da Somar, Marco Antônio dos Santos, as águas do Oceano Atlântico estão se resfriando e, com isso, as frentes frias não conseguem ou não conseguirão avançar da forma que deveriam sobre essas regiões.

Daqui pra frente, as chuvas vão ser escassas e localizadas porque as áreas de instabilidade estão atuando praticamente sobre o Brasil inteiro. Para organizar toda essa instabilidade e provocar chuvas generalizadas e em grandes volumes é necessário uma frente fria.

No Sul do país vão haver chuvas torrenciais nos próximos dias. As frentes frias estão estacionadas sobre a região e as chuvas podem chegar a volumes maiores que 100mm no Rio Grande do Sul. Em outras regiões do estado pode chegar a chover mais ainda, o que deve inviabilizar os trabalhos de campo, principalmente, para o plantio da soja e do milho, que já estão atrasados no momento devido ao excesso de dias chuvosos. As chuvas também vão atrapalhar o andamento e a finalização da colheita do trigo, afetando não só a produtividade, como também a qualidade dos grãos de trigo.

Portanto, vai haver muita chuva no Sul do país e escassez na região central. Do dia 24/10 ao dia 28/10 de outubro, na região Centro-oeste e na região Nordeste, não vai chover. No Mato Grosso e em Goiás, se chegar a chover, os volumes vão ser baixos, em torno de 10 ou 20mm. Entre São Paulo e Minas Gerais o volume de chuvas fica entre 20 e 35mm. Essas chuvas são suficientes para a germinação, mas para o desenvolvimento da planta os volumes são baixos para um período de 4 dias.

Em Passo Fundo/RS, no dia 22/10 chove cerca de 100mm. Do dia 26/10 ao dia 2/11, as chuvas permanecem regulares em grandes volumes e do dia 7/11 ao dia 11/11 de novembro, as chuvas vão ser pesadas. Em Primavera do Leste/MT e Luís Eduardo Magalhães/BA, vai haver um período de estiagem e as chuvas só voltam na metade do mês de novembro. O lado positivo para esse período de estiagem na Bahia é que depois, no verão, isso deve diminuir.

Por:
Kellen Severo/ Paula Rocha
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário