DA REDAÇÃO: Com frente fria no Brasil, café encerra em alta na NYBOT

Publicado em 14/08/2013 19:08
541 exibições
Café: Previsão para geadas no sul do Brasil puxa alta em N. York nesta quarta-feira (14). Ainda é preciso aguardar novas sessões positivas para confirmar melhora no mercado. Para brasileiros, medidas do governo ainda não foram oficialmente publicadas, mas produtores estão otimistas.

Nesta quarta-feira (14), o café encerrou com alta de mais de 300 pontos na Bolsa de Nova York. Isso se deve a uma posição defensiva dos operadores frente à fria que está na região Sul do Brasil e, além disso, os exportadores começam a comprar café após as medidas de apoio à cafeicultura anunciadas pelo governo.

De acordo com Eduardo Carvalhaes, do Escritório Carvalhaes, o mercado interno teve um bom volume de negócios hoje (14) ajudado pela alta nas cotações da bolsa e também pela valorização do dólar e o mercado deve continuar movimentado amanhã (15) se a altas nos preços do café se mantiver.

“Após as medidas anunciadas pelo governo brasileiro, o pessimismo acabou e o mercado se tornou mais comprador. No entanto, o governo precisa liberar com rapidez a portaria que esclarece essas medidas para o mercado não cair na dúvida de que as medidas não sairão”, afirma Carvalhaes.

Eduardo Carvalhaes aconselha os produtores que ainda têm café remanescente a aproveitarem esse momento de altas para fazer vendas e torcer para que o preço suba para as vendas da safra nova: “O mercado saiu do pessimismo e esperamos que isso continue e o Brasil comece a rodar a safra nova, que ainda tem um pequeno volume no mercado se comparado a outros anos”.

Por: João Batista Olivi e Paula Rocha
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário