DA REDAÇÃO: Safra 2013/14 – Área cultivada com milho deve reduzir em torno de 20% no Paraná

Publicado em 23/09/2013 10:23 e atualizado em 23/09/2013 12:10
478 exibições
Safra 2013/14: Produtores de Palmeira (PR) já iniciaram o plantio do milho e a semeadura da soja deve acontecer em outubro. Área cultivada com o cereal tende a reduzir em torno de 20%, já que os produtores irão migrar para o cultivo da oleaginosa e do feijão, culturas com preços mais elevados. 40% da produção de soja já foi negociada antecipadamente.

Com o fim do vazio sanitário, produtores de Palmeira (PR) já iniciaram o plantio do milho. Os trabalhos no campo foram interrompidos este final de semana, em função do excesso de chuvas, quase 150 mm, mas a expectativa é que sejam retomados ainda nos próximos dias. Já a semeadura da soja deve começar próximo do dia 20 de outubro.

Nesta safra, a área cultivada com o milho deve reduzir entre 15% a 20%, já que os produtores rurais devem migrar para o cultivo da soja e do feijão, culturas com preços mais elevados. De acordo com o presidente do Sindicato Rural do município, Vagner Barausse, com a grande safrinha no Mato Grosso, os preços do cereal estão baixos.

Até o momento, cerca de 40% da produção de soja já foi negociada antecipadamente pelos produtores rurais da cidade. O presidente explica que, os contratos começaram com preços a R$ 60,00 a saca, mas houve negócios de até R$ 67,00 a saca. No mercado disponível, os agricultores, que tinham produto estocado, comercializaram a saca entre R$ 77,00 e R$ 78,00.

“É um valor bom e que cobre os custos de produção, já que a nossa produtividade média gira em torno de 60 sacas por hectare. Além disso, a nossa região está bem tecnificada, os produtores têm investido em fertilizantes, produtos para melhorar a produtividade da soja. Só dependemos das chuvas”, afirma Barausse. 

Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário