DA REDAÇÃO: Safra 2013/14 – Área cultivada com soja deve aumentar em torno de 8% em Tangará da Serra (MT)

Publicado em 25/09/2013 11:26 e atualizado em 25/09/2013 16:36
387 exibições
Safra 2013/14: Produtor ainda aguarda chuva para iniciar o plantio da soja em Tangará da Serra (MT). Nesta safra, os agricultores esperam colher, em média, 57 sacas do grão por hectare. Produtores estão atentos aos problemas com ferrugem asiática, helicoverpa e a falta de infraestrutura logística.

Na região de Tangará da Serra (MT), os agricultores esperam as chuvas para iniciarem o plantio da soja. O clima continua seco, e os produtores esperam uma maior umidade no solo.  A expectativa é que a área cultivada com soja aumente entre 6% a 8%.

As previsões indicam para uma produtividade média em torno de 57 sacas por hectare. E até o momento, cerca de 20% a 25% da safra já foi vendida antecipadamente, com preços médios de R$ 50,00 a saca. Valor que, segundo o presidente do Sindicato Rural da cidade, Ricardo Daher, cobre os custos de produção, mas deixa uma margem apertada aos produtores. 

“Os preços têm se mantido estáveis, mas estamos aguardando para ver se trará uma melhoria nos preços devido à quebra na safra norte-americana e pode ser que melhore alguma coisa nas cotações”, acredita Daher.

Apesar do cenário positivo, os problemas com a ferrugem asiática e a helicoverpa ainda preocupam os produtores rurais. Além dos problemas com a falta de logística no estado que também tem a atenção dos agricultores.

Ainda de acordo com o presidente do sindicato, uma das alternativas, pelo menos para o problema com a logística seria o escoamento da produção mato-grossense pelo porto de Santarém (PA). “Mais para as cidades localizadas no norte do estado, no sudoeste ainda temos que encontrar outra solução”, finaliza. 

Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário