DA REDAÇÃO: Relatório da ONU reforça responsabilidade humana no aquecimento global

Publicado em 27/09/2013 13:08 e atualizado em 27/09/2013 16:54
392 exibições
Mudanças Climáticas: Especialistas acreditam que 95% das causas do aquecimento global são consequência de ações do homem, mas 80% das emissões vêm das indústrias e do petróleo, enquanto agricultura é responsável por apenas 20% das emissões no caso do Brasil.

De acordo com o relatório do IPCC (Painel Intergovernamental de Mudança Climática, grupo ligado à ONU), divulgado nesta sexta-feira (27), o maior responsável pelo aquecimento global é o homem.  As recentes pesquisas apontam que existe 95% de certeza do envolvimento humano no aquecimento do planeta.

O pesquisador da Embrapa, Eduardo Assad, destaca que parte das emissões naturais é absorvida pelos oceanos, no entanto, parte das emissões do homem fica na atmosfera, o que acaba provocando o aquecimento global. Cerca de 80% das emissões vêm das indústrias e do petróleo, enquanto a agricultura é responsável por apenas 20% das emissões no caso do Brasil, conforme informações do relatório.

Além disso, o pesquisador sinaliza que o país tem tomado ações para tentar diminuir a emissão de gases de efeito estufa, como a integração das lavouras com a pecuária, fixação biológica de nitrogênio e a produção de biocombustíveis em larga escala. As medidas já devem ser divulgadas no próximo relatório da entidade.

“O relatório serve para ficar mais atento, o mundo não reduziu as emissões, pelo contrário elas aumentaram. Não é à toa que os EUA e a China assumiram a posição de diminuir a emissão de gás de efeito estufa. Não diminuímos, o que acelera o impacto do aumento na temperatura, degelo no Ártico, aumento no nível do mar, então temos que trabalhar para reduzir as emissões”, afirma o pesquisador. 

Por: Sebastião Garcia/ Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário