DA REDAÇÃO: Milho – Devido ao excesso de chuvas, lavouras foram perdidas e folhas das plantas estão amareladas em Sinop (MT)

Publicado em 25/03/2014 10:59 e atualizado em 25/03/2014 15:32 461 exibições
Milho: Na região de Sinop (MT), lavouras foram perdidas devido ao excesso de chuvas e folhas das plantas estão amareladas. Cerca de 25% da safra foi cultivada fora da janela ideal de plantio. Perda de resistência do milho Bt também preocupa os agricultores e aumenta os custos de produção. Saca é negociada entre R$ 18,00 e R$ 20,00.

Na região de Sinop (MT), os produtores já terminaram a semeadura da safrinha de milho. Entretanto, com o excesso de chuvas muitas lavouras na localidade foram perdidas e as plantas apresentam folhas amareladas. O clima também prejudicou o avanço do cultivo e cerca de 25% da produção foi plantada fora da janela ideal, depois do final de fevereiro.

De acordo com o vice-presidente do Sindicato rural do município, Antônio Galvan, as lavouras estão irregulares e há o aparecimento de pragas, como o percevejo barriga verde que já preocupa os produtores. “As plantações estão com 20 a 30 centímetros de altura, situação bem diferente do ano anterior. Se colhermos em torno de 50% da safra obtida na produção anterior será muito”, afirma.

Outro problema enfrentado pelos agricultores é em relação à perda da resistência do milho Bt. Os ataques das lagartas estão mais intensos e os produtores já realizaram três aplicações de inseticidas. “Estamos orientando que os agricultores façam laudos dos produtos que não funcionam”, destaca Galvan.

Consequentemente, os custos de produção estão mais altos nesta safra. Segundo dados do Imea (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária), os custos de produção, aos agricultores que utilizaram alta tecnologia, ficaram em torno de R$ 1.737,83 por hectare e baseado em uma produtividade média de 100 sacas por hectare, o custo por saca ficaria em torno de R$ 17,38, considerado um dos maiores custos da história.

Em relação aos preços, o vice-presidente sinaliza que no mercado disponível, os preços da saca do cereal giram em torno de R$ 18,00 a R$ 20,00. Entretanto, os agricultores não têm o produto disponível par realizar a comercialização. “Os preços no mercado já reagiram e se os agricultores tivessem produto venderiam, pois tem muita gente vindo atrás do milho e não está encontrando”, finaliza. 

Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário