DA REDAÇÃO: Milho – Produtores ainda finalizam o plantio da safrinha em Coromandel (MG)

Publicado em 11/04/2014 10:34 e atualizado em 11/04/2014 16:00 360 exibições
Milho: Em Coromandel (MG), produtores finalizam plantio da safrinha. Primeiras áreas cultivadas apresentam bom desenvolvimento e expectativa de colheita é de 150 sacas/ha. Já o milho semeado fora da janela ideal, a estimativa é de redução na produtividade. Saca do cereal é negociada a R$ 25,00, mas já foi comercializada a R$ 30,00.

Os produtores rurais de Coromandel (MG) ainda finalizam o plantio do milho safrinha. As primeiras lavouras, que foram cultivadas após a colheita da soja de ciclo precoce, apresentam boas condições a expectativa é de uma produtividade em torno de 150 sacas do cereal por hectare.

Entretanto, as plantações que ainda estão sendo semeadas há a perspectiva de redução na produtividade devido ao plantio fora da janela ideal, segundo explica o presidente do Sindicato Rural da cidade, Rodrigo Otávio de Araújo Herval. Além disso, a diminuição no regime de chuvas mais adiante também pode contribuir para a redução no rendimento das plantas. 

E assim como observado em outras importantes regiões produtoras, os custos de produção estão mais altos nesta safra. “Com o ataque severo de pragas, os produtores tiveram que aumentar o número de aplicações de inseticidas nas lavouras. Mas, apesar da elevação, os produtores têm conseguido fazer o controle das pragas”, explica o presidente.

Já os preços da saca do cereal giram em torno de R$ 25,00, valor que na visão do presidente, deixa uma margem apertada aos produtores. “Na região, os preços já alcançaram o patamar de R$ 30,00, mas recuaram. Então, parte dos agricultores seguram o produto à espera de cotações melhores”, diz Herval.

Soja

A estiagem registrada no mês de janeiro também comprometeu a produtividade das lavouras de soja na região. A expectativa é que o rendimento das plantações apresentasse uma elevação nesta safra, de 50 para até 60 sacas por hectare, cenário que não se confirmou. Já os preços da soja estão em torno de R$ 60,00, porém o presidente orienta que os produtores segurem as vendas para obter preços melhores. 

Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário