DA REDAÇÃO: Milho – Ataque do percevejo barriga verde e marrom aumenta os custos de produção em Chapadão do Sul (MS)

Publicado em 24/04/2014 10:54 e atualizado em 24/04/2014 16:17 375 exibições
Milho: Ataque do percevejo barriga verde e marrom nas lavouras em Chapadão do Sul (MS) aumenta os custos de produção. Área cultivada foi menor e produtores investiram na crotalária. Preços da safrinha giram em torno de R$ 18 até R$ 19, porém produtores seguem cautelosos.

Em Chapadão do Sul (MS), a ocorrência de chuvas tem contribuído para o bom desenvolvimento das lavouras de milho. No entanto, a preocupação é com o aumento nos custos de produção devido o ataque dos percevejos barriga verde e marrom nas plantações do município. 

“A incidência das pragas nas plantações é maior nesta safra e os produtores disponíveis controlam apenas 80% dos percevejos. Com isso, já temos um aumento significativo nos custos de produção, já que, os agricultores estão gastando mais para tentar controlar a praga”, afirma o presidente do Sindicato Rural da cidade, Rudimar Artur Borgelt.

Nesta safra, a área cultivada com o cereal também apresentou uma redução na localidade, em torno de 10% a 15%. O presidente afirma que parte dos produtores investiu no cultivo da crotalária, que permite um ganho de até 7 sacas de soja por hectare na safra de verão. 

Do mesmo modo, os investimentos em tecnologia foram menores nesta safra, mas, ainda assim, os agricultores esperam um aumento no rendimento das lavouras, em função do clima que tem sido favorável até o momento. A expectativa é que sejam colhidas, entre 80 até 100 sacas do cereal por hectare. 

Já a comercialização da safrinha segue em ritmo lento na localidade, uma vez que os contratos giram em torno de R$ 18,00 a R$ 19,00, valor inferior ao obtido no mesmo período do ano passado, de R$ 22,00. “O agricultor tem vendido menos, apenas para cobrir os custos”, ressalta Borgelt.

Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário