DA REDAÇÃO: Milho – Chuvas contribuem para o desenvolvimento da safrinha em Araguaína (TO); preços estão acima de R$ 30,00/sc

Publicado em 25/04/2014 11:01 e atualizado em 25/04/2014 15:31 645 exibições
Milho: Chuvas beneficiam o desenvolvimento das lavouras em Araguaína (TO). Expectativa é que sejam colhidas, em média, 100 sacas do grão por hectare. Produto é destinado ao norte do estado e para o Maranhão e o Pará. No mercado local, saca é negociada acima de R$ 30,00.

Na região de Araguaína (TO), as chuvas têm beneficiado o desenvolvimento das lavouras de milho safrinha. Apesar os problemas com o excesso de precipitações no início do plantio, o clima tem sido favorável às plantas. Assim como em outras regiões, parte da segunda safra também cultivada fora da janela ideal. 

A área ainda está se consolidando na produção de milho safrinha, conforme destaca o produtor rural do município, Marcílio Fernandes Marangoni. “Aos poucos temos investido nas lavouras e aumentado a área cultivada. Também elevamos os investimentos em tecnologia”, afirma. 

Diante dessa situação, a expectativa é que sejam colhidas, em média, 100 sacas de milho por hectare nesta safra. No ciclo anterior, a produtividade das lavouras ficou em torno de 80 sacas/ha. Além disso, o produto colhido será destinado para o abastecimento do Norte do estado e para o Maranhão e Pará.

Por outro lado, os preços do cereal permanecem atrativos aos produtores rurais da localidade. No ano anterior, em plena colheita, a saca foi negociada entre R$ 21,00 e R$ 22,00, mas a cotação se manteve em R$ 28,00 a saca. Atualmente, o produtor consegue negociar a saca do produto acima de R$ 30,00. 

Em contrapartida, o aparecimento de pragas nas lavouras também preocupam os agricultores. Como algumas tecnologias perderam a resistência, os produtores enfrentam problemas com a lagarta do cartucho na região. 

Soja

A colheita da oleaginosa já foi finalizada na região, entretanto, a produtividade das lavouras ficou abaixo das expectativas inicias. Devido ao aparecimento da ferrugem, o ataque da mosca branca e a menor luminosidade, os produtores colheram até 10 sacas a menos por hectare. 

Já os preços da saca da oleaginosa, giram em torno de R$ 58 a R$ 59. “Mas na colheita, conseguimos até R$ 62 a saca da soja, preços bons para a época. Então, acaba sendo um retorno favorável e ameniza um pouco as perdas aos produtores”, diz Marangoni. 

Veja as fotos enviadas pelo produtor rural:

Lavoura de milho safrinha em Araguaína (TO). Foto enviada pelo produtor rural, Marcílio Fernandes Marangoni.

Lavoura de milho safrinha em Araguaína (TO). Foto enviada pelo produtor rural, Marcílio Fernandes Marangoni.

Lavoura de milho safrinha em Araguaína (TO). Foto enviada pelo produtor rural, Marcílio Fernandes Marangoni.

Lavoura de milho safrinha em Araguaína (TO). Foto enviada pelo produtor rural, Marcílio Fernandes Marangoni.

Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário