DA REDAÇÃO: Apesar da demanda firme, oferta do boi gordo segue grande e pressiona cotações

Publicado em 12/05/2014 19:55 520 exibições
Boi gordo: Apesar do consumo firme impulsionado pelo Dia das Mães, a arroba registra recuo com o início da safra do boi, que deixa as escalas de abate mais confortáveis. Em São Paulo, a arroba é comercializada a R$ 123,00.

Com oferta maior e escalas mais confortáveis, a arroba do boi está registrando leves quedas. De acordo com o analista de mercado da Cross Investimentos, Caio Junqueira, o recuo nos preços é normal para o período. “O consumo no final de semana e no dia das mães foi bom, ninguém está insatisfeito... O problema é que estamos em uma fase com maior oferta de boi”. 

Junqueira explica que o déficit hídrico deste ano está alto, o que repercute na situação das pastagens. “Estamos entrando na safra do boi, mas ainda não sabemos o tamanho da safra, não sabemos o quão severa será essa seca”.

Apesar do período de oferta aumentada, o analista afirma que não se sabe ainda qual será o tamanho desta safra. “A safra está começando mesmo, só que a gente não sabe a quantidade de animal pronto que tem para sair de capim, muita gente acha que a oferta vai ser muito pontual, de mais 20, 25 a 30 dias no máximo, depois a gente volta a ter um vácuo de oferta de boi pronto”. 

A referência para o boi gordo em São Paulo está em R$ 123,00 / arroba à vista, o que representa um recuo de R$ 2,00 em relação às cotações de duas semanas atrás. Junqueira afirma que as quedas são normais para o período. “Seria anormal continuar com esta alta franca que aconteceu, esse pico de preços... Estamos passando por um período bem típico de início da safra de boi”. 

Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário