DA REDAÇÃO: Segundo analista forte demanda dita preços da soja

Publicado em 20/05/2014 13:49 e atualizado em 20/05/2014 18:21 2124 exibições
Soja: China aumenta preços internos aos maiores níveis do ano, e continua com a pressão de compras. Em Chicago preços oscilam em altas também para a safra nova. Mas com o dólar pressionado no Brasil, recomendação é para produtores aproveitarem os bons preços e realizarem lucros.

Preços da soja têm crescimento em Chicago,  refletindo os valores praticados na China. Segundo o consultor de mercado da SIMConsult, Leonis Severo, a demanda forte é o principal fator para manter o mercado em alta. Com os estoques de soja muito apertados até a chegada da nova safra, os preços devem se manter em patamares mais elevados para diminuir as negociações dos contratos. 

Para o Brasil, Leonis explica que não há oferta para realizar grandes exportações para os Estados Unidos e que boa parte das negociações devem seguir para a China, em que a situação está bem ajustada por aqui. Para o consultor agora é um bom momento para os produtores negociarem a soja da nova safra. 

Com a queda nos preços do milho, Leonis diz que a situação irá melhorar para os produtores e que os preços estão em queda pela entrada da nova safra, em julho. 

0 comentário