DA REDAÇÃO: Milho – Chuvas contribuem para o desenvolvimento das lavouras em Rio Brilhante (MS)

Publicado em 12/06/2014 10:31 e atualizado em 12/06/2014 14:18 315 exibições
Milho: Em Rio Brilhante (MS), chuvas beneficiam as lavouras da safrinha. A expectativa que sejam colhidas, em média, 90 sacas do cereal por hectare. Preços recuaram de R$ 20,00 para R$ 18,00 na região. Safrinha de soja já foi colhida e a produtividade ficou entre 10 até 40 sacas do grão por hectare.

Após a ausência de chuvas durante o verão, as precipitações retornaram à região e têm beneficiado o desenvolvimento das lavouras de milho safrinha. Apesar do cenário, os produtores ainda estão preocupados com a possibilidade de geadas durante o mês de julho.

Para o produtor rural do município, Eurípedes Mario Dutra, caso as previsões se confirmem, a expectativa é que 70% das lavouras escapem do evento climático. Por enquanto, algumas plantações estão em fase de pamonha, milho verde e outras em fase final de desenvolvimento. Cerca de 40% das lavouras estão em estágio final de maturação e deverão ser colhidas a partir da segunda quinzena de junho. 

Além da preocupação com o clima, os agricultores da região enfrentam o problema com os javalis nas lavouras. Entretanto, o produtor destaca que o problema já é antigo e algumas propriedades, os prejuízos são grandes. “Os agricultores sofrem com a situação e pedem ajuda aos órgãos competentes e estão fazendo o que podem. Alguns chegam a investir na cerca elétrica, mas a região mais afetada é a Sul do estado”, explica Dutra. 

Ainda assim, a expectativa dos produtores rurais é que a produtividade média fica acima de 90 sacas de milho por hectare. Por outro lado, assim como em outras regiões do país, os preços do cereal recuaram de R$ 20,00 para R$ 18,00 na região. “Não é um bom valor, mas é sempre assim, quando conseguimos produzir não temos preços, quando não produzimos temos preços. Mas acredito que num primeiro momento, os agricultores possam segurar o produto à espera de preços melhores”, destaca o produtor.

Soja safrinha

Na localidade, os produtores rurais também investiram na cultura da soja safrinha, que já foi colhida. A produtividade das lavouras ficou entre 10 até 40 sacas de soja por hectare. Ainda na visão do produtor, ainda será preciso fazer um levantamento para ver a viabilidade do investimento na soja safrinha.

Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário