DA REDAÇÃO: Café – Cafeicultores finalizam a colheita em Boa Esperança (MG) e as perdas podem chegar a 40%

Publicado em 07/07/2014 10:26 e atualizado em 07/07/2014 15:36 331 exibições
Café: Em Boa Esperança (MG), colheita se aproxima do final e perdas giram em torno de 30% a 40%. Produtores utilizam de 10 a 12 medidas para fazer uma saca de café de 60 kg. Região ainda sofre com a falta de chuvas, situação que pode agravar a situação da próxima safra. Preços recuaram para R$ 370,00 a saca e não cobre os custos de produção.

Na região de Boa Esperança (MG), a colheita mecanizada do café se aproxima do final, já a manual já alcança 70% dos cafezais. Por enquanto, a perspectiva de quebra gira em torno de 40% da produção. A situação é decorrente das altas temperaturas e ausência de chuvas registradas desde o início do ano.

Assim como em outras regiões do estado, na localidade os produtores também estão utilizando mais medidas para fazer uma saca de café de 60 kg. Segundo o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais, Manoel Joaquim da Costa, os cafeicultores chegam a usar até 12 medidas para fazer uma saca, enquanto que, no começo da colheita o número era variava de 5 a 6 medidas.

Preços

Outra preocupação dos cafeicultores é a queda nos preços da saca. Em Boa Esperança, a saca do grão é comercializada a R$ 370,00, valor que não cobre os custos de produção, conforme destaca o presidente. “Não tem outra opção, o Governo tem que agir, para amenizar os prejuízos aos produtores. Nós, já temos realizando reuniões para tentar buscar uma solução ao setor”, diz Costa.

Próxima safra 

Os produtores já trabalham com expectativa de quebra para a próxima safra. Entretanto, a região ainda sofre com a falta de precipitações, cenário que pode comprometer ainda mais a situação da temporada seguinte. “As plantas estão sentindo, estamos há mais de 45 dias sem chuvas na localidade”, acredita o presidente. 

Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário