DA REDAÇÃO: Chuvas – No MT, produtores devem estar atentos ao surgimento da ferrugem asiática em plantas guaxas

Publicado em 24/07/2014 10:54 e atualizado em 24/07/2014 15:50 561 exibições
Safra 2014/15: Com chuvas, produtores do MT devem estar atentos ao aparecimento da ferrugem asiática nas plantas guaxas. Doença pode aumentar os custos de produção e comprometer a produtividade. Produtores já adquiriram os pacotes para a próxima safra e a expectativa é de incremento na área cultivada com o grão.

Com as chuvas registradas nos últimos dias, os produtores mato-grossenses devem estar atentos ao aparecimento da ferrugem asiática nas plantas guaxas. A situação requer muita atenção, já que o vazio sanitário do estado termina no dia 15 de setembro e, a partir dessa data, os agricultores poderão dar início ao cultivo da safra 2014/15.

De acordo com o presidente do Sindicato Rural de Tapurah (MT), Silvésio de Oliveira, nas últimas safras, o aparecimento da doença tem sido uma preocupação recorrente aos agricultores. “E, além dos prejuízos na produtividade das lavouras também temos um aumento nos custos de produção”, explica.

Até o momento, boa parte dos produtores já adquiriram os pacotes para a próxima safra, com os custos mais altos. Entretanto, com a recente queda dos preços futuros na Bolsa de Chicago (CBOT), o presidente destaca que pode haver uma diminuição nos investimentos, especialmente em adubação.

A área cultivada com a soja deve registrar um incremento, já que a o aumento já fazia parte do planejamento do produtor.  Em contrapartida, o milho deve perder espaço na safra de verão, em função do período de chuvas durante a colheita, os preços mais baixos atualmente e os problemas com a falta de armazéns.

Inclusive, o presidente destaca que o investimento em silo bolsa também faz parte dos investimentos dos produtores. “Aos poucos, os agricultores estão melhorando e o silo pode ser uma alternativa provisória, principalmente para o milho”, diz Oliveira. 

Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário