DA REDAÇÃO: Com chuvas, produtores de Tapurah (MT) dão inicio ao plantio da soja, mas comercialização preocupa

Publicado em 22/09/2014 11:13 e atualizado em 22/09/2014 16:30 497 exibições
Safra 2014/15: Com chuvas de 30 mm, produtores iniciam plantio da soja em Tapurah (MT). Comercialização segue lenta, já que os contratos futuros giram em torno de R$ 40,00, para entrega em fevereiro/15. Valor não cobre os custos de produção. No milho, preços permanecem baixos e produtores terão que vender o grão até a colheita da soja para liberar espaço nos armazéns.

Com o término do vazio sanitário, no último dia 15 de setembro, e as chuvas de mais de 30 mm no final de semana, os produtores de Tapurah (MT) deram início ao plantio da soja. A perspectiva é que os trabalhos nos campos sejam intensificados no começo de outubro, uma vez que as precipitações devem se normalizar a partir do dia 15 de outubro.

E, com o início da safra 2014/15, os agricultores já estão preocupados com a comercialização antecipada da soja. Ao contrário de anos anteriores, a negociação antecipada segue lenta, devido aos preços mais baixos registrados nessa safra. Segundo o presidente do Sindicato Rural do município, Silvésio de Oliveira, os primeiros contratos são de R$ 40,00 a saca ou US$ 16,00 a saca para entrega em fevereiro de 2015. 

“Esse valor não cobre os custos de produção e está muito abaixo do patamar que o agricultor espera vender. Diante dessa situação, mais uma vez o produtor irá depender da produtividade para fechar as suas contas. E considerarmos um rendimento médio de 50 sacas por hectare, a R$ 40,00, temos um valor de R$ 2 mil por hectare, porém, os custos são de R$ 2.500 mil por hectare, em média”, destaca Oliveira.

Milho safrinha

A comercialização da safrinha de milho também preocupa os agricultores. Com preços entre R$ 10,00 a R$ 11,00, as negociações caminham lentamente. “Ainda temos muito milho estocado em sio bolsa na região. Mas, os produtores têm prazo para fazer a negociação, já que no final de dezembro e janeiro temos a colheita da soja e não temos capacidade de armazenagem para duas safras”, finaliza o presidente.

Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Vilson Ambrozi Chapadinha - MA

    E pensar que poderemos colaborar com os ursos produzindo uma safra maior do que precisamos,que em função do baixo preço do milho,é provável que os americanos cresçam sua área de soja em 2015,e que, ganhe quem ganhar o aumento dos combustíveis é questão fechada.

    0