DA REDAÇÃO: Café – Em Três Corações (MG), chuvas são fracas e insuficientes para reverter déficit hídrico dos cafezais

Publicado em 29/09/2014 10:22 e atualizado em 29/09/2014 13:43 374 exibições
Café: Chuvas fracas são insuficientes para reverter déficit hídrico nos cafezais em Três Corações (MG). A expectativa é que os chumbinhos sejam abortados. Preços não cobrem custos de produção e mais produtores devem deixar a atividade neste ano. Situação também afeta a economia das cidades da região.

As chuvas registradas no final de semana na região de Três Corações (MG) foram esparsas, fracas e insuficientes para reverter o déficit hídrico. Desde o início do ano, o estado sofre com a ausência de precipitações, que prejudicaram expressivamente a produção de café.

Com isso, o vice-presidente do Sindicato Rural do munícipio, Heitor Gonzaga Reis, destaca que, a perspectiva é que haja o abortamento dos chumbinhos. Consequentemente, o cenário deve agravar as perdas para a próxima safra.

“É natural que isso aconteça e os produtores já trabalham com perspectiva de perdas para a próxima safra. Em relação às chuvas, temos algumas previsões para os próximos dias, mas não é certeza que se confirmem”, explica o vice-presidente.

Em contrapartida, os preços da saca do café permanecem oscilando bastante, porém, não cobrem os custos de produção. Frente a esse cenário, o vice-presidente sinaliza que está cada vez mais difícil para os cafeicultores se manterem na atividade, o que aumenta a expectativa que mais produtores deixem a cafeicultura neste ano.

Por outro lado, a situação também tem afetado a economia das cidades da região, que pendem exclusivamente da atividade. “Tem muita gente desistindo e isso afeta diretamente a economia da região”, ratifica Reis. 

Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário