ENTREVISTA: Confira a entrevista com Eduardo Carvalhaes - Escritório Carvalhaes

Publicado em 02/10/2014 18:13 902 exibições
Café: mais um dia de forte alta em Nova Iorque com cotações se firmando acima dos US$2,00/libra peso. Dólar em alta também ajuda a compor novos patamares de preços no mercado interno. No entanto, negócios continuam travados e dessa vez são os compradores que estão à espera de definição para os preços.

3 comentários

  • LEANDERSON GARDINGO Matipó - MG

    COM TODO RESPEITO , SOU TRADER DA EMPRESA GARDINGO TRADE E HOJE FOI NEGOCIADO 20.000 SACAS DE CAFÉ AQUI EM MANHUAÇU. PRODUTORES NUNCA ESTIVERAM TÃO FORTES DITANDO O PREÇO . FICO FELIZ POIS A 1 ANO COMPRAMOS CAFÉ BEBIDA DURA TIPO 6 A 230.00 E HOJE ESTÁ 500.00 . SÓ LEMBRO OS PRODUTORES QUE HA TEMPOS BONS E RUINS . VAMOS APROVEITAR A MARÉ BOA . SÃO OS VOTOS DA CAFEEIRA SÃO JOÃO.

    0
  • Frank Scanavachi Guapé - MG

    Será que precisamos de mais uns dois meses de seca para o mercado se consolidar acima de 2 dólares em Nova Yorque senhor Eduardo Carvalhaes! Veio a seca em Janeiro e Fevereiro e vamos esperar a colheita para ver o que realmente vai dar! A quebra foi certa e se confirmou! Agora as lavouras já debilitadas, metade esqueletadas e podadas sem umidade para pegamento de florada o Senhor vem dizer que se chover vai baixar o preço do Café.Já estamos derrotados e falidos, que venha mais um mes de pouca chuva pro Senhor ver onde isso vai parar!!!

    0
  • alexandre maroti nova resende - MG

    Pois por aqui a situação ñ é nd animadora os cafezias deram uma pequena florada e pelo geito ñ vai vingar ,pois o solo ta com pouca umidade ,tb ta tendo um vento frio que prejudica muito , a quebra é grande para a proxima safra ,isto só ñ veem quem ñ quer

    0