EXCLUSIVO: Câmara Setorial que estimular a produção de outras cores de feijão a fim de exportar

Publicado em 09/09/2010 14:06 e atualizado em 09/09/2010 16:33
472 exibições
Feijão: preço melhora para o produtor neste final de ano. Câmara setorial reúne-sem em Brasília para estimular a produção de feijão de outras cores (visando a exportação).

 

A Câmara Setorial do feijão se reunirá hoje em Brasília para discutir entre produtores, compradores e representantes do Governo um estímulo para produção de feijão de outras cores a fim de destinar produto também para a exportação. Assim como incentivar o consumo de outras variedades no Brasil quando feijões mais consumidos como o preto e o carioca estão mais caros na gôndola do supermercado.

<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Presidindo hoje a reunião da Câmara Setorial, Marcelo Lüders, consultor da Correpar, acredita que o consumo de outras variedades muito semelhantes aos mais conhecidos, como por exemplo, o paulistinha, muito parecido com o carioca em cor e sabor, quando este último só atende a demanda interna, não existe consumo no resto do mundo.

 

Quanto aos preços, o momento é oportuno para o produtor que souber compassar suas vendas da colheita da terceira safra do ano já que no mercado há falta de oferta em decorrência de problemas climáticos pelo Brasil. Em média, os preços passaram de R$ 100,00 para R$ 120,00.

Fonte: Redação NA

Nenhum comentário