EXCLUSIVO: Colheita avança e brasileiros aproveitam novos patamares de preços

Publicado em 24/09/2010 14:05 e atualizado em 24/09/2010 17:12
486 exibições
Trigo: o Paraná avança na colheita do cereal a fim de aproveitar os mais de 30% de elevação precificado em Chicago desde de junho. Moinhos se apressaram para comprar trigo de qualidade de produtores brasileiros.

 

A colheita das lavouras de trigo no Paraná avança, com produtores animados pela alta qualidade do produto brasileiro e produtividade boa. A intenção é aproveitar os ótimos valores que o mercado internacional já precifica após anúncios sobre a quebra da safra na Rússia. De junho a agosto, a Bolsa de Chicago aumentou em 30% as cotações do trigo.

<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

De fato que existe reflexo de preços no Brasil. A Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) estima que o país produza cerca de 5,40 milhões de toneladas do cereal, sendo o Paraná responsável pela produção de 3,12 milhões de toneladas.

 

Em ano de incremento nas lavouras, as indústrias se adiantaram para aproveitar a qualidade do trigo brasileiro da safra nova para produzir as diversas farinhas para o mercado. Em um primeiro momento, os moinhos ofereciam R$ 480,00 por tonelada e, segundo a analista da AF News, Ana Paula Kowalski, rapidamente subiram para os patamares de R$ 550,00. Atualmente, pagam entre R$ 500,00 e R$ 520,00, valor remunerador e acima do preço mínimo estimulado pelo Governo Federal.

 

O produtor que até meados de junho e até mesmo o começo do ano vinha amargando preços bem baixos para o trigo, cerca de R$ <?xml:namespace prefix = st1 ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:smarttags" />380 a R$ 400 a tonelada no máximo. Agora, já vê um preço médio de cerca de R$ 500 para o trigo da safra nova. O mercado está tomando um contorno muito positivo para essa nova safra que ta praticamente na metade da colheita no Paraná, avalia Kowalski.

Fonte: Redação NA

Nenhum comentário