EXCLUSIVO: Estoques do Governo são suficientes para atender a demanda interna, diz Abramilho

Publicado em 27/09/2010 13:49 e atualizado em 27/09/2010 16:35
861 exibições
Abramilho contesta informações de falta de milho nos estoques. Governo diz que vai colocar à venda 1 milhão de ton. dos estoques oficiais. Como o estoque de passagem deverá girar em torno de 12 milhões der ton., entidade pede a manutenção dos preços mínimos.

 

Após a Câmara Setorial do Milho declarar preocupação com os números atuais dos estoques para abastecer o consumo interno, a Abramilho (Associação Brasileira dos Produtores de Milho)contesta informação sobre falta de milho já que o Brasil teve alta produtividade esse ano e estimula as exportações do grão.

<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Segundo Odacir Klein, dirigente da Abramilho, as exportações tendem a alcançar os 10 milhões de toneladas previstos, adquiridos através dos leilões do Governo e, mesmo assim, termina o ano com 6 milhões de tonelada nos estoques públicos e 6 milhões nos privados, suficientes para abastecer o mercado doméstico e aguardar o plantio da safra de verão.

 

Na expectativa de que a próxima safra seja cheia novamente, Klein acredita no estimulo às exportações para garantir o preço mínimo ao produtor, bem como, com estoque de passagem que deverá atingir 12 milhões de toneladas. Ele lembra que os preços atuais do milho tanto no mercado interno como no externo são excepcionais, muito influenciados pelo cenário internacional de perdas na Rússia e nos Estados Unidos.

 

Para liquidar seus estoques, o Governo diz que irá colocar à venda cerca de um milhão de toneladas de milho dos estoques oficiais para conter a alta do cereal. Para Abramilho, existe a necessidade de manutenção dos preços mínimos. Hoje, para as regiões Sul e Sudeste junto aos Estados de Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal, o preço mínimo pago é de R$ 17,46. Em Mato Grosso e Rondônia, R$ 13,98. No Norte e Nordeste, o Governo paga R$ 20,10.

Fonte: Redação NA

3 comentários

  • Daniel Fernando Fiorentin Toledo - PR

    Parabens! é esse tipo de comentário da imprensa que joga os produtores rurais na sargeta , esse tipo de comentário é que faz a diferença entre entre um trapo ( coitado ) e um produtor rural ser equivalentes, a caroça na frente dos bois, o ovo na "trasera" da galinha.... esperar para ver!

    0
  • Moises Eliel Grubert Maracaju - MS

    Belíssimo comentário este teu Angelo. Na verdade poderiamos discutir até mais que isso... como por exemplo, quantos milhoes de litros é o estoque de passagem de glifosato? haha. Na verdade o que houve com o milho nos ultimos dias é que ele tem acompanhado o mercado mundial. Tambem acredito em estoques suficientes para até o fim do ano... também posso afirmar que recem agora o preço do milho se tornou convidativo para plantar desde ate entao começo de 2008 que de lá pra ca tem sido uma tragedia. O que ninguem pode ter certeza e dizer abertamente a imprensa e orgaos de levantamento é a previsao do ano que vem..ja que teremos redução de milho no verão, safrinha atrasadissima em MT e GO. Acho que mais pra frente é que a coisa vai estourar..fica aqui a "ideia".. quem consegue armazenar milho a custo barato, poderá ter muita rentabilidade ano que vem a partir de maio" na hora que analistas e levantadores da Conab quebrarem a cara como em 2007, quando o milho todo foi exportado, teve quebra de safra e veio a 30 reais. Um abraço

    0
  • Angelo Miquelão Filho Apucarana - PR

    Ótima noticia para o campo! Tem milho nos estoques e não será bom negócio plantar para vender no preço mínimo (ninguém paga o preço mínimo). A seca já se encarregou de atrasar o plantio aqui no Paraná, em compensação o milho safrinha produziu muito bem. Previsões de seca assombram quem tem juízo e estes certamente não optaram pelo milho! Resta esperar e ver o que acontece, se haverá mesmo estes estoques e se o produtor vai ter coragem de se arriscar. O agricultor nunca segue os exemplos do comércio (nunca contam o que ganham), sai alardeando aos quatro ventos os resultados de suas colheitas... Colhi 160 sacas de soja... 150 sacas de trigo... 250sacas de milho safrinha por alqueire e depois vendem tudo e ficam a ver navios literalmente, navios que saem lotados de produtos comprados a preço de banana! E quem ganha com isso? Os picaretas! Justamente aqueles que ficam esperando você matar a onça e depois posam de caçadores, a diferença aqui é que foi você que foi abatido. Os donos das lojas de insumos já contaram para vocês o quanto ganham? As concessionárias de maquinas já disseram né? Os bancos? As cooperativas... Essas já contaram ou ao menos deviam contar, já que somos "donos" (???) ou será que que é mais uma cascata (mentira)? Na verdade já disseram que de boas intenções o inferno está cheio! Que dirá de más intenções então? Olha gente, a regra é clara e antiqüíssima; "Boca fechada não entra mosquito" não falem demais! Não contem tantas vantagens ou terão que pagar por mais esse pecado, o de mentir que ganham quando na verdade quase perdem!

    0