EXCLUSIVO: Produtor de cacau muda manejo da lavoura e se livra de fungos

Publicado em 28/09/2010 14:13 e atualizado em 28/09/2010 16:02
477 exibições
Cacau: produtor do Sul da Bahia consegue diminuir o ataque do fungo da vassoura-de-bruxa fazendo podas e mudando o manejo na lavoura. Preços estão pressionados pela entrada da colheita da Costa do Marfim.

 

No mercado internacional, os preços do cacau seguem pressionados pela entrada da colheita a Costa do Marfim, responsável por 43% da produção mundial. No Brasil, um produtor do Sul da Bahia está conseguindo diminuir o ataque do fungo chamado popularmente como vassoura-de-bruxa e assim, alcançando o rendimento desejável de produtividade.

<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

O segredo do produtor de Gandú (BA), Edvaldo Sampaio está na mudança do manejo da sua lavoura nas práticas de adubação, poda, colheita e uréia. Segundo ele, o cuidado mais importante é na hora da poda.

 

Na região, normalmente os agricultores podam suas árvores entre janeiro e maio, mesmo período de reprodução do fungo. Para escapar da vassoura-de-bruxa, o produtor decidiu antecipar a poda que hoje faz entre os meses de setembro e novembro. Na época do amadurecimento da parte vegetativa do cacau, logo no começo do ano, o fungo não consegue se reproduzir nas folhas novas.

 

Sampaio chegou a ter perda de 70% da sua produção na época da vassoura-de-bruxa, hoje, ele faz as práticas em que o fungo toma uma posição contrária ao cultivo do cacau e com isso, torna as árvores resistentes ao fungo.

Fonte: Redação NA

Nenhum comentário