EXCLUSIVO: Mercado do boi espaço para subir mais já que consumo está aquecido

Publicado em 13/10/2010 13:58 e atualizado em 13/10/2010 17:02
591 exibições
Boi gordo acima de R$ 97,00 na BM&F, e pode subir ainda mais. Já não há mais oferta de bois de confinamento, e só resta aos frigoríficos pagarem o que os pecuaristas estão pedindo. Escalas estão praticamente da mão prá boca...

 

No mercado futuro da BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuros), a arroba do boi gordo trabalha hoje acima de R$ 97,00 e tem fôlego para subir mais ainda neste mês. A oferta muito restrita reflete o final do período de confinamento, nem mesmo boi negociado à termo no futuro dá conta de preencher as escalas frigoríficas.

<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Caio Junqueira, consultor da Cross Investimentos, lembra que os analistas previam para o final do mês de outubro e início de novembro um maior volume de animais para abater podendo pressionar os altos valores. No entanto, o mês entra na sua segunda quinzena, em período de encerramento do confinamento e deve trabalhar beirando cotação em R$ 100,00/@.

 

O principal responsável pelo mercado estar travado em patamares elevados de preços é o consumo que se mantém muito aquecido. Após o feriado do dia 12 de outubro (Dia de Nossa Senhora Aparecida), os estoques estão enxutos depois de dois dias sem negócios e o consumidor comprando.

 

A reposição ainda está cara para o invernista, mas tem está mais tranquilo já que o mercado do boi gordo tem tendência altista e está firme.

Fonte: Redação NA

Nenhum comentário