EXCLUSIVO: Entidades procuram uma fórmula para acabar com as perdas na cafeicultura brasileira

Publicado em 14/10/2010 13:53 e atualizado em 14/10/2010 17:15
505 exibições
Café: CNA comanda discussão nacional em torno das perdas da cafeicultura. Proposta é conseguirr preços mínimos diferenciados por região, como forma de garantir a recuperação - nesse momento de preços firmes e falta de café de qualidade.

 

Na Bolsa de Nova York, a falta de café de qualidade no mercado sustenta as cotações internacionais. No Brasil, as chuvas garantiram a florada das plantas, mas não assegura boa produtividade. Na discussão nacional em torno perdas da cafeicultura, a CNA (Confederação Nacional de Abastecimento) propõe conseguir preços mínimos diferenciados por região para recuperar os anos de perdas do setor.

<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Com o aumento do salário mínimo e os custos de produção diferentes nas regiões cafeeiras, por exemplo, segmenta a atividade no Brasil. Para Breno Pereira de Mesquita, presidente da comissão de café da CNA, é preciso fazer que a produção nacional tenha seus ganhos igualmente, seja na região chamada café de montanha, como no Paraná que tende a cair em produção cada ano mais.

 

Segundo ele, as entidades se reúnem para discutir uma fórmula que solucione mais este gargalo da cafeicultura. Dia 21 próximo, haverá continuidade da discussão num Plenário da Cafeicultura, em Guaxupé.

Fonte: Redação NA

Nenhum comentário