EXCLUSIVO: Compras da China sustenta preços da soja

Publicado em 15/10/2010 13:25 e atualizado em 15/10/2010 15:06
525 exibições
Soja: novas compras da China mantém Chicago em alta, apesar da tentativa de realização de lucros por parte dos fundos. No geral todas as commodities estão em forte alta, num dos melhores momentos de preços para a agricultura brasileira.

 

Após atingir altas expressivas na Bolsa de Chicago, os fundos tentam realizar lucros, mas as compras de mais de 500 mil toneladas de soja por parte da China, sustentam mais um dia de alta nas bolsas. Cenário de risco climático e demanda mundial crescente fazem do momento um dos melhores para a agricultura brasileiro com relação à todas commodities.

<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

As pesadas compras da China ilustram a necessidade do país em atender sua demanda interna, bem como, assegurar que o dólar mais baixo garanta que a volatilidade do mercado não afete seus estoques.

 

A clareza da demanda aquecida é refletida também nos portos tanto brasileiros como americanos. No Brasil, somado ao patamar de referência de Chicago com a soja atingindo US$ 12, o produtor está recebendo com o prêmio aproximadamente US$ 13.

 

Segundo o consultor de mercado da FCStone, Glauco Monte, os sojicultores devem aproveitar para fixar negócios futuros a fim de aproveitar o momento. O produtor não pode ficar simplesmente olhando (a alta dos preços) e não ir participando desse mercado. Mesmo que o mercado suba um pouco mais, ele tem que ir fazendo média para que se de repente a gente tem uma correção que vá a 11 dólares ou que vá a 10,50 por alguma questão de mercado, ele tenha aproveitado esse momento porque muita coisa pode acontecer, aconselha.

 

Otimista, Monte prevê que 2010 continua com patamares em elevação, já que a perspectiva é muito boa para todos as commodities do setor agrícola, principalmente, o brasileiro.

Fonte: Redação NA

Nenhum comentário