EXCLUSIVO: Atraso das chuvas põe no limite a janela de plantio da segunda safra de milho

Publicado em 18/10/2010 13:45 e atualizado em 18/10/2010 16:29
366 exibições
Plantio no Oeste do MT ainda não está normalizado. Somente 7% da área foi semeada, e a janela está se fechando. O prazo máximo para permitir a 2a. safra com milho é a próxima quarta-feira.

 

Apesar de a semana iniciar com chuvas no centro-oeste brasileiro, o plantio na região oeste do Mato Grosso não está normalizado. Apenas 7% ad área foi semeada e a janela de plantio está se fechando, quando o prazo máximo para permitir a segunda safra com milho encerra na próxima quarta-feira.

<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

As previsões indicam que as chuvas devem se chegar em quantidade agronômica no centro-oeste a partir do dia 20 de outubro, portanto, ainda a esperança para que o agricultor não perca mais da metade do que já foi jogado a terra. Campo Novo do Parecis tem cerca de 350 mil hectares de lavouras, dentro da área do Parecis que ao todo é composto por mais de 1,5 milhão de hectares para produção de alimentos.

 

Os produtores estão preocupados. Mesmo sabendo que apesar de a chuva anualmente atrasar, neste a situação pode ser muito pior. Dos 120 dias que a soja tem para completar seu ciclo de amadurecimento, calculado o plantio a partir do dia 20 próximo, o início do plantio começa em 20 de fevereiro, período muito preocupante para cultivar a segunda safra.

 

Segundo o presidente do sindicato de Campo Novo, Odenir Ortolan, o plantio do milho safrinha pode ter grandes perdas, mas para o algodão, a produção já pode estar comprometida.

Fonte: Redação NA

Nenhum comentário