EXCLUSIVO: Cenário para o preço dos grãos é firme, mas ainda muito volátil

Publicado em 25/10/2010 13:40 e atualizado em 25/10/2010 17:15
351 exibições
Soja: compras da China mantém preços firmes nesta segunda-feira, com alta de 17 cents em Chicago. Banco Morgan Stanley já trabalha com preços médios em US$ 12,50 para a próxima safra. Recomendação é para o produtor fazer média de vendas.

 

Semana é iniciada com os preços firmes na Bolsa de Chicago, alta de 17 cents, sustentada pelas fortes compras da China. O Banco Morgan Stanley projeta para a safra 2010/11 preços médios para a soja em US$ 12,50, o milho deve alcançar os U$S 6,00 e o trigo chegar a US$ 7,25. A forte demanda chinesa, estoques mundiais baixos, câmbio brecando exportações são fundamentos para firmeza do mercado dos grãos.

<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Glauco Monte, consultor da FCStone, explica que a China pode estar estocando grãos com medo de que os preços subam ainda mais caso exista perdas nas safras da América do Sul pela influência climática da La Niña, bem como, operadores de mercado não acreditam que o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês) tenha divulgado os reais números com a perda de produtividade do milho no país e o total demandado pela China.

 

Fato é que o mercado deverá continuar muito volátil, já que nos atuais patamares de preços, é possível qualquer notícia movimentar o pregão a trabalhar em seus pontos máximos de negócios. A recomendação do consultor é para que o produtor faça médias de vendas para assegurar rentabilidade da safra.

 

Fonte: Redação NA

Nenhum comentário