EXCLUSIVO: Mercado futuro se descola do físico e trabalha em baixa hoje

Publicado em 29/10/2010 13:32 e atualizado em 29/10/2010 15:51
658 exibições
Boi gordo: preços permanecem mais altos no campo do que a futuro, na BM&F. Mudança de vencimentos (rolagem de posições) provocam diminuição nas cotações, mas nada que altere a tendência de preços ainda firmes mais à frente.

 

Hoje, os principais vencimentos a futuro do boi gordo na BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuros) trabalham em queda, com realização de lucros e rolagem de posição pelos fundos. Apesar de descolado do mercado físico, a tendência é de preços ainda firmes mais a frente.<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Lygia Pimentel, analista da XP Investimentos, explica que hoje é dia de vencimento do contrato outubro na BM&F, sendo que as negociações acontecem baseadas na média dos últimos cinco vencimentos registrados pelo indicador ESALQ, ou seja, se hoje a média é de R$ 108,02, na BM&F consta R$ 109,68, acima do que seria liquidado.

 

Por outro lado, o vencimento novembro trabalha mais pesado, mas não registra mínimas, são fundos que saem do mercado, pagam multas, mas preferem o mercado físico ou rolam suas posições para vencimentos mais longos.

 

Enquanto isso, o mercado físico está batendo máximas já que os poucos animais confinados não conseguem segurar as escalas de abate das empresas frigoríficas. Segundo Pimentel, a perspectiva para a próxima semana é de que o futuro se ajuste novamente ao físico e volta a trabalhar nos patamares mais altos.

Fonte: Redação NA

Nenhum comentário