EXCLUSIVO: O trigo é desvalorizado no mercado interno enquanto sobe no internacional

Publicado em 08/11/2010 14:19 e atualizado em 08/11/2010 16:53
277 exibições
Trigo: Mercado brasileiro está sem preço, e produtores dependem dos leilões oficiais para vender sua safra, mesmo sendo de boa qualidade. Solução é a Política de Garantia de Preços Mínimos, mas que não é cumprida pelo Governo.

 

Enquanto as cotações do trigo dobraram no mercado internacional após as principais safras sofrerem perdas por causa do clima, o mercado brasileiro está sem preço e os produtores dependem dos leilões oficiais do Governo para vender a alta produtividade do cereal produzida este ano.

<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

O presidente do sindicato rural de Toledo (PR), Nelson Paludo, relata que a comercialização está parada por toda a região, fator de desestímulo para os agricultores. Para ele, a solução é uma política de garantia de preços mínimos para a continuidade do plantio de trigo que, para o Brasil, é uma necessidade alimentar.

 

Apesar de alta qualidade do produto colhido este ano, a taxa mais baixa do câmbio faz as indústrias de moagem preferir importar trigo de países como a Argentina, que vende a saca por R$ 34,00, do Canadá, cerca de R$ 38,00, e dos Estados Unidos. No Brasil, o valor para o Paraná gira em torno de R$ 24,00, muito desvalorizado.

Fonte: Redação NA

Nenhum comentário