EXCLUSIVO: Preços do trigo abaixo do mínimo no Brasil não acompanham o bom momento de alta do mercado internacional

Publicado em 08/11/2010 19:37
679 exibições
Enquanto as cotações do trigo no mercado internacional superam 8 dólares o bushel, no Brasil, a comercialização está paralisada, com preços abaixo do mínimo. Moinhos preferem importar à comprar produto de alta qualidade produzido no mercado interno. A expectativa fica para que o Governo lance o edital para retomar os instrumentos de apoio à comercialização como os leilões de PEP e PEPRO para garantir o preço mínimo do trigo.

Élcio Bento, analista da Safras e Mercado, avalia que, como a nova safra de verão é iniciada no Brasil agora, o mercado baliza uma pressão baixista naturalmente para os preços. Entretanto, com os preços em alta no mercado internacional, não justifica a baixa por aqui. Neste ano, apesar da boa qualidade do produto, os preços estão 1% menor do que no ano passado, enquanto que na Argentina, os preços registram 40% superior ante 2009.

O conselho do analista fica para que o triticultor aguarde o edital do Governo para comercializar o seu trigo, bem como, segure seu produto aguardando uma recuperação no mercado internacional.
Fonte: Redação NA.

Nenhum comentário