ENTREVISTA: Confira a entrevista com Almir Rebelo - Produtor Rural - Tupanciretã/RS

Publicado em 21/02/2011 15:13 542 exibições
Código Florestal: produtores rurais não aceitarão qualquer medida substitutiva que atrase a votação da reformulação do atual Código Florestal. Atraso seria uma afronta ao trabalho realizado por Aldo Rebelo e a Comissão Especial pelo Brasil.

8 comentários

  • Carlos Roberto S. Corrêa Porto Alegre - RS

    Prezado Sr. Airton.

    A resposta a sua dúvida esta nos patrocinadores destas ONG´s (Bradesco, BB, GM, etc, etc, etc) e seus contratos bilionários de Marketing. Também porque atuam de forma "permanente" aqui em Porto Alegre inclusive influenciando inclusive a CNBB a se manifestar de forma infeliz, mas revelendo que defende seus próprios interesses "questionáveis"...

    É imprescindível continuar a mobilização e ressaltarmos por questão de justiça ao amigo João Batista que seu programa é uma exceção, não acha?

    Um abraço e obrigado.

    0
  • Antonio José de Mattos Barbosa Ferraz - PR

    Nós agricultores temos que ir à Brasilia sim! Mas não para servir como¨boi de piranha¨ e derrepente vermos por exemplo mata ciliar com análise tecnica ser permutada por anistia ao desmatamento , esses corredores são escuros e tortuosos.

    0
  • Telmo Heinen Formosa - GO

    O Filósofo romeno Andrei Pleshu, afirmou: “No Brasil, ninguém tem a obrigação de ser normal. Se fosse só isso, estaria bem. Esse é o Brasil tolerante, bonachão, que prefere o desleixo moral ao risco da severidade injusta. Mas há no fundo dele um Brasil temível, o Brasil do caos obrigatório, que rejeita a ordem, a clareza e a verdade como se fossem pecados capitais. O Brasil onde ser normal não é só desnecessário: é proibido. O Brasil onde você pode dizer que dois mais dois são cinco, sete ou nove e meio, mas, se diz que são quatro, sente nos olhares em torno o fogo do rancor ou o gelo do desprezo. Sobretudo se insiste que pode provar”. [Brasil, um país de T O L O S] 96%....

    0
  • Airton Borin Cruz Alta - RS

    Tenho uma dúvida. Por que a midia não esta acompanhando estes acontecimentos? por que eles ficam só em roda do tal do salário minimo e não dão atenção para agricultura. Mídia quando falo, é jornais como o Zero Hora, Tv como o jornal nacinal. A interreses nisso tudo, concerteza!.

    0
  • LEANDRO M GRANELLA [email protected] - RS

    A classe produtora do país tem que acordar macissamente pois como o Almir falou não podemos deixar ONGS estrangeiras e um Ministério vendido que não presa pelos interesses nacionais, prejudicar todo um setor e o nosso país. Só com mobilização agora nos estados e posteriormente em Brasília na data de votação venceremos esta batalha.

    0
  • Vilson Ambrozi Chapadinha - MA

    O circo da legislação ambiental foi armado pelas ONGs,que tinham patrocinio de associações de produtores de paises europeus e americanos,preocupados com a concorencia que fazemos a eles.A opinião publica embarcou nessa,e agora com a crise alimentar,a onda verde criada tende a voltar contra a mesma em forma de tsunami,Por enquanto nos paises de democracia ausente,porém não vai demorar para bater nos DEMOCRATICS,a fome não será previlégio de alguns.

    0
  • Carlos Roberto S. Corrêa Porto Alegre - RS

    João Batista.

    Acabo de ler uma matéria que informa que a FETAG esta buscando 100.000 assinaturas no RS para aprovação do Novo Código Ambiental. Gostaria de sugerir ao amigo que busque entrevistar algum dirigente para que se fortaleça a necessidade de votação em março como programado, pois li que existe a possibilidade de ser prorrogada "para esclarecimentos dos novos deputados que assumiram". A mobilização iniciada em Tupaciretã deve seguir na pauta de todas as lideranças rurais para termos sucesso e darmos tratamento adequado a quem tenta "mandar" no Brasil através de "ingênuos e românticos" com interesses questionáveis...

    Grande abraço e obrigado,

    Carlos Roberto.

    0
  • Dimas Del Conte Faxinal - PR

    Agora sim a porca vai torcer o rabo!

    Os gaúchos assumiram a parada, sou paranaense, mas sanque quente quem tem é o gaúcho.

    Parabéns sr Almir Rebelo, falou pouco mas falou tudo e bem falado.

    Conte comigo pra enxotar essas porcaria de ONGS que só sugam e não produzem nada.

    Grande abraço!!!

    0