EXCLUSIVO: Sem evolução no consumo, frigoríficos paulistas buscam bois em praças vizinhas

Publicado em 25/03/2011 12:15 e atualizado em 25/03/2011 14:38 682 exibições
Boi Gordo: semana encerra com poucos negócios, escalas curtas e pequena oferta de animais. Sem evolução no consumo, frigoríficos paulistas não conseguem repassar alta para arroba e continuam buscando bois em praças vizinhas.

O mercado do boi gordo segue com pouco negócios realizados nesta sexta-feira, cenário típico de final da semana. Em São Paulo, os preços da arroba giram em torno de R$ 103,00 à vista e até R$ 104,00 a prazo, livre de funrural. Com a dificuldade nas compras, as escalas atendem de 2 a 3 dias, na maioria dos casos.

A disponibilidade de gados para serem abatidos ainda continua pequena. Frigoríficos paulistas não conseguem repassar alta para arroba e continuam buscando bois em praças vizinhas. Há a tentativa de pressão nos preços, já que não há não há evolução da demanda. "Isso segura altas expressivas para o boi gordo,  segura um reajuste de preços. Se a gente tivesse tido uma demanda mais elevada, provavelmente teríamos um aumento no preço da arroba", diz o consultor de mercado da Scot Consultoria, Alex Santos Lopes.

Por:
Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário