ENTREVISTA: Confira a entrevista com Antonio Galvan - Pres. Sind. Rural Sinop

Publicado em 01/06/2011 14:13 654 exibições
Ibama informa que produtor de Sinop (MT) desmata além do permitido, instala mais de 500 homens na área para fiscalizar e repercussão é internacional. Após uma semana, acusação é errônea, sem desmate além do permitido e agricultor não é vilão.

2 comentários

  • Eric Storani São Pedro - SP

    Essa atitude do IBAMA demonstra o nivel de influencia maléfica que os ambientalóides (leia-se ong´s ambientalistas custeadas pelos Americanos e Europeus) tem junto ao governo, os funcionarios do IBAMA na maioria tem essa mentalidade deturpada sobre a agropecuaria, em algumas univerisdades muitos "educadores" disseminam esse sentimento contra o produtor, esses mesmos "educadores" são financiados muitas vezes por recursos estrangeiros, ou prestam serviços de consultoria a essas ong´s, pergunto onde está a credibilidade desses orgãos (IBAMA, pesquisadores, ong´s, e afins...) ou do governo DILMA/PT?

    0
  • Diego Ciro Comiran Vilhena - RO

    Sem comentários essa acusação contra produtor. O pior de tudo, quem está pagando boa parte dos custos desta operação, somos nós produtores. Mais uma vez o próprio Ibama mostra sua incompetência, só o governo federal que não vê, ou melhor, finge que não vê! Até quando o produtor rural vai ser tratado como criminoso? Gente, nós somos produtores de alimentos, alimentamos nossa nação e boa parte do mundo; estas áreas que foram desmatadas estão produzindo alimentos, empregos, renda, arrecadação de impostos, girando o comércio de todo país, direta ou indiretamente; e o melhor de tudo, todas essas áreas com suas respectivas reservas legais (único país no mundo). Eu faço uma pergunta aos ongueiros e aos ambientalista: porque vocês não vão comer folhas de árvores, raízes, insetos? Que coisa não! Nessa hora até vocês dependem dos produtores rurais.

    0