DA REDAÇÃO: Mercado do boi gordo segue firme com tendência de elevação nas cotações

Publicado em 02/08/2011 12:57 e atualizado em 02/08/2011 14:40 623 exibições
Boi: mercado firme com tendência de elevação nas cotações. Demanda interna por carne tem ajudado a dar sustentação aos preços. No entanto, bois à termo já começam a aparecer e isso deve limitar o ritmo das altas.
A tendência de alta prevalece no mercado do boi gordo com a baixa oferta de animais. A reação da demanda interna por carne neste início de mês também tem ajudado na sustentação aos preços.

A dificuldade na compra de animais terminados é grande, principalmente em São Paulo. Assim, a busca em outras praças vizinhas é intensa. Já existem indústrias paulistas que fazem escala com animais negociados no Mato Grosso e Goiás, que estão mais ofertados com o animal de confinamento. "Isso desde que seja viável... quanto mais se abre o diferencial (de preços entre os estados), mais viável se torna ir buscar o boi, pagar tributos e todo o uso de transporte. Assim pode acontecer com a carne", comenta o analista da InterBolsa, André Criveli. Os negócios no estado de São Paulo giram em torno de R$100,00/@, uma diferença de quase 11 reais a mais dos demais estados com maior volume de animal de cocho. 

Para o curto prazo, o analista aposta em mercado firme,  com pouca chance de negócios abaixo dos R$100/@ em São Paulo. Para ele, o cenário de preços deve permanecer estável com altas limitadas em função da entrada da oferta de confinamento no mercado.

Por:
Aleksander Horta e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário