D REDAÇÃO: Setor suinícola catarinense tem prejuízo diante da queda nas exportações e consumo interno

Publicado em 16/11/2011 09:45 e atualizado em 16/11/2011 13:30 285 exibições
Com diminuição das exportações e do consumo interno, preços do suíno não conseguem ultrapassar o patamar dos R$ 2,10/kg desde setembro em Santa Catarina. Produtores já têm prejuízo de R$45 por animal vendido. Cotações podem ganhar fôlego no próximo mês diante da expectativa de aumento na demanda.
Produtores suinícolas de Santa Catarina amargam prejuízos nos últimos dois meses. Desde setembro, os preços não conseguem ultrapassar a casa dos R$ 2,10/Kg, patamar bem abaixo dos elevados custos de produção, que giram atualmente em torno dos R$2,65/kg.

De acordo com o presidente da Associação Catarinense dos Criadores de Suíno, Losivânio de Lorenzi, a menor remuneração para o produto acontece devido às quedas nas exportações da carne brasileira, o que acaba aumentando a disponibilidade da produção doméstica. Além disso, o consumo interno segue bastante fraco, resultando em excedente de oferta ainda mais acentuado.

O prejuízo ao produtor já ultrapassa os R$ 45 por animal vendido e não há perspectiva de recuperação expressiva do mercado até o final deste ano. O setor segue na expectativa de que na próxima semana as compras da agroindústria começem a aumentar com a reposição dos estoques para o final do ano.

Já para o primeiro trimestre de 2012, De Lorenzi segue otimista já que os mercados asiáticos e europeu podem ser novas opções para vendas da carne suína brasileira. Assim, se houver maior escoamento da produção, o setor deve encontar suporte para novas altas.  
 

Por:
Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário