Milho plantado no final de fevereiro em MT começa a ser penalizado com redução das chuvas

Publicado em 19/05/2017 12:08 e atualizado em 19/05/2017 14:31
1278 exibições
Em Sinop- MT a diferença na produtividade do milho, entre quem plantou no início de fevereiro para aqueles que plantaram no final do mês é significativa e com perdas importantes nas lavouras com desenvolvimento mais atrasado
Cristina Queiroz - Rural tecnologia

Podcast

Cristina Queiroz - Rural tecnologia

Download

A expectativa é de uma grande segunda safra de milho, com altas produtividades. Entretanto, alguns municípios do Mato Grosso estão passando por algumas dificuldades nesta reta final, que podem trazer algumas penalizações para as lavouras.

Cristina Queiroz, da Rural Tecnologia, que detém os direitos do Crop View, analisou a média de produtividade de algumas cidades que estão sofrendo com a redução de chuvas - isso em contrapartida a um excesso hídrico no início da safra.

O município de Campo Novo do Parecis possui uma produtividade de 64% no momento. Até a colheita, essa produtividade pode cair para 45%. Em Lucas do Rio Verde, 77% no momento atual e 62% na colheita. Em Sinop, 81% atual e 69% colheita e em Sorriso, 70% atual e 56% no momento da colheita.

Queiroz destaca o município de Sinop. A maior produtividade ainda está para quem plantou em 05 de fevereiro, com 88% no atual momento e 81% na colheita. Os piores resultados estão no plantio em 25 de fevereiro, com 75% no momento atual e 58% na colheita. Para quem plantou em 15 de fevereiro, 82% no momento atual e 70% na colheita.

Os internautas que quiserem conhecer a ferramenta CropView podem acessar o site www.cropview.com.br. Ao realizar o cadastro, são 30 dias grátis para experimentar a ferramenta e observar as melhores condições para a sua área de plantio.

Também é possível entrar em contato com a Rural Tecnologia por meio do telefone (11) 5505-4646.

Tags:
Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário