Apesar das chuvas irregulares, plantio da soja chega a 90% em Guaíra (PR)

Publicado em 03/10/2016 11:39 e atualizado em 03/10/2016 16:03
294 exibições
Cerca de 70% dos produtores arriscaram e plantaram no pó na região. Chuvas começam a se confirmar na região a partir desta segunda-feira (3). Agricultores estão mais cautelosos e poucos negócios foram realizados antecipadamente, com valores de até R$ 85,00 a saca do grão. Clima continua sendo o grande desafio para essa safra.

Embora as chuvas permaneçam irregulares, o plantio da soja já está completo em 90% da área prevista para essa temporada na região de Guaíra (PR). As precipitações ocorreram depois do dia 20 de setembro e de forma bastante desigual, com volume entre 12 mm a 30 mm.

“O pessoal apostou muito nessa última chuva e no plantio no pó. Em torno de 70% dos produtores arriscaram e semearam o grão nesse período. Inclusive, algumas sementes ficaram embaixo de alguns torrões não conseguiram germinar, mas com as recentes chuvas já germinaram. As chuvas começam a se confirmar na nossa região a partir desta segunda-feira (3)”, pondera o presidente do Sindicato Rural do município, Silvanir Rosset.

E, assim como em outras regiões do país, a qualidade e a disponibilidade das sementes também preocupam os agricultores. “O maior risco é perder o plantio, pois não se encontra mais sementes nas cooperativas. A escassez é alta devido às sementeiras que também sofreram com o El Niño”, reforça a liderança.

Em relação ao crédito, Rosset ainda destaca que, os produtores rurais da região não tiveram grandes problemas para essa temporada. “Temos pequenas e médias propriedades que foram atendidas. Agora, os agricultores estão preocupados com o recebimento do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) devido à greve dos bancos”, completa.

Comercialização da soja

Nessa safra, os produtores foram mais cautelosos na comercialização antecipada da soja. “Como tivemos prejuízos com os contratos futuros em anos anteriores, muitos deixaram de fazer as negociações. Os que fecharam os negócios fixaram a soja com valores de até R$ 85,00 a saca. Porém, nesse instante, está tudo parado na região, os agricultores estão focados no plantio”, finaliza Rosset.

Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário