Plantio da safra de soja 20/21 já começou no Mato Grosso para produtores irrigados em Sorriso

Publicado em 16/09/2020 16:31 e atualizado em 16/09/2020 19:37 1621 exibições
Tiago Stefanello Nogueira - Presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Sorriso/MT
Lavouras com pivô central que já tem condições de plantio são 5% dos 620 mil hectares previstos para o município. Áreas de sequeiro devem ter condições de semeadura apenas após chuva prevista entre os dias 20 e 25 de setembro. Volume de vendas antecipadas preocupa

Podcast

Entrevista com Tiago Stefanello Nogueira sobre o Plantio da Soja 2020/21 em áreas de pivô no MT

Download

LOGO nalogo

O plantio da safra de soja 2020/21 já começou no estado do Mato Grosso. Alguns produtores com lavouras irrigadas e com pivô central na região de Sorriso iniciaram a semeadura com o final do vazio sanitário do estado na última terça-feira (15).

Segundo o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Sorriso/MT, Tiago Stefanello Nogueira, o município irá plantar 620 mil hectares de soja ao todo nesta safra, sendo 5% em áreas irrigadas já com condições de trabalhos. Mesmo assim, até o momento, somente 1% destes irrigados iniciaram a semeadura.

Para os outros 95% que cultivam a soja no sequeiro, o plantio só deve ser possível após a confirmação das chuvas previstas entre os dias 20 e 25 de setembro. A liderança destaca que a semeadura só deve acontecer após um acumulado entre 30 e 50 mm, mas que essa data garantiria uma excelente janela para a segunda safra em 2021.

O que preocupa o Sindicato é o alto volume de vendas antecipadas tanto nesta safra de soja quanto para a segunda safra de milho do ano que vem. Até aqui, são 70% da produção da oleaginosa já comercializada e 60% da safra de milho já vendida.

Nogueira alerta para dois principais problemas desse movimento. O primeiro deles é a diminuição no potencial financeiro da safra, já que a maior parte dessas negociações aconteceu em patamares inferiores aos preços atuais. O segundo, e mais preocupante, seria o risco de se comprometer um volume tão alto, passar por alguma dificuldade climática na safra e enfrentar dificuldade na hora da entrega dos lotes.

Confira a entrevista completa com o presidente Sindicato dos Produtores Rurais de Sorriso/MT no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário