Milho: Mercado amplia perdas no pregão desta 5ª feira em Chicago após as recentes valorizações

Publicado em 22/09/2016 13:13 e atualizado em 22/09/2016 17:35
136 exibições

Durante a sessão desta quinta-feira (22), os futuros do milho negociados na Bolsa de Chicago (CBOT) ampliaram as perdas. Por volta das 12h48 (horário de Brasília), as principais posições da commodity exibiam perdas entre 3,25 e 4,25 pontos. O vencimento dezembro/16 era cotado a US$ 3,35 por bushel, enquanto o março/17 trabalhava a US$ 3,46 por bushel. O julho/17 operava a US$ 3,59 por bushel.

Segundo os sites internacionais, os preços dão continuidade ao movimento de realização de lucros depois das recentes valorizações. "O mercado segue com a realização de lucros após uma alta em três pregões consecutivos, com uma pressão adicional da colheita nos Estados Unidos", conforme reportou a agência Reuters.

Contudo, as chuvas no Meio-Oeste continuam no radar dos investidores. Diante das chuvas recentes, e das previsões ainda indicando precipitações em alguns estados, o ritmo dos trabalhos nos campos está mais lento. Até o início da semana, a colheita estava completa em 9% da área plantada, conforme apontam os números oficiais.

>> EUA: Meio-Oeste recebe mais chuvas fortes e áreas correm risco de inundações

"O que está ajudando os preços é que os resultados da colheita, até o momento, geram algumas dúvidas de que a safra americana virá em linha com o indicado pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) no início do mês", informou o site internacional Agrimoney.com.

Em setembro, o órgão indicou a produção de milho dos EUA em 383,38 milhões de toneladas na safra 2016/17. Já a produtividade média das lavouras foi estimada em 184,57 sacas do grão por hectare.

Ainda hoje, o departamento divulgou novo boletim de vendas para exportação. Na semana encerrada no dia 15 de setembro, as vendas de milho ficaram em 921,9 mil toneladas. O volume ficou ligeiramente acima das apostas dos investidores, entre 700 a 900 mil toneladas.

Mercado brasileiro

Na bolsa brasileira, as principais posições do milho operam em campo positivo nesta quinta-feira (22). As principais posições do cereal registravam altas entre 0,15% e 1,07%, por volta das 12h45 (horário de Brasília). O vencimento novembro/16 era cotado a R$ 41,09 a saca e o março/17 a R$ 40,60 a saca.

Enquanto isso, a moeda norte-americana opera com instabilidade nesta quinta-feira. Por volta das 12h30, o câmbio trabalhava a R$ 3,2094 na venda, com recuo de 0,06%. Segundo dados da Reuters, o movimento ainda é decorrente da decisão do banco central americano de manter a taxa de juros no país.

Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário