Soja: Mercado mantém estabilidade em Chicago, testando ligeiros ganhos nesta 6ª

Publicado em 02/12/2016 08:10 e atualizado em 02/12/2016 15:36
1051 exibições

O mercado internacional da soja segue trabalhando com estabilidade na sessão desta sexta-feira (2) na Bolsa de Chicago, porém, testando algumas ligeiras altas na tarde de hoje. A movimentação, no entanto, ainda é limitada e, por volta das 15h10 (horário de Brasília), as posições mais negociadas subiam entre 2,50 e 3,50 pontos, levando o janeiro/17 a US$ 10,32 e o maio/17 a US$ 10,49 por bushel. 

"Depois de uma semana agitada (mas de poucas notícias novas), os mercados estão mais retraídos e até tentando alguma recuperação. Esse comportamento reflete um tom mais cauteloso observado ainda nos mercados financeiros", explica Bryce Knorr, analista sênior do portal Farm Futures. 

Dezembro começou com poucas novidades que pudessem estimular um avanço ainda mais consistente dos preços da soja na CBOT, com os traders já conhecendo bem os fundamentos do mercado. Entre eles, estão, principalmente, a demanda e o clima para a nova safra da América do Sul. No entanto, como vêm explicando os analistas e consultores, há ainda a posição bem comprada dos fundos especuladores na outra ponta da cadeia. 

Ao mesmo tempo, algumas incertezas no financeiro também pesam, porém, já são sabidas pelo mercado e, por isso, têm sua influência limitada sobre as cotações. O andamento do dólar, o novo comportamento dos preços do petróleo após o acordo firmado nesta semana pela Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) e o futuro dos juros nos Estados Unidos são alguns desses componentes observados com atenção pelos investidores. 

Veja como fechou o mercado nesta quinta-feira:

>> Soja: Com disparada do dólar, preços no BR driblam recuo na CBOT e sobem mais de 1% nos portos

Leia ainda:

>> Petróleo: Impacto das altas poderá ser sentido na soja, no óleo, milho e açúcar

 

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário