Boi Gordo: Cotações devem continuar pressionadas durante essa semana

Publicado em 20/08/2013 17:00
624 exibições

A análise do Banco Espírito Santo Research sobre o mercado do boi gordo mostra que, os preços do boi devem continuar pressionados essa semana com os frigorificos aguardando a demanda do atacado para comprar animais. A demanda por carne continua fraca, em especial por estarmos na segunda quinzena do mês quando normalmente as compras de carne diminuem.

Abaixo, veja a análise diária da Scot Consultoria:

Boi Gordo: Referência em SP recua para R$ 100/@ à vista

Hyberville Paulo D´Athayde Neto
médico veterinário
Scot Consultoria

Mercado do boi gordo pressionado. 

Em São Paulo os preços de referência do boi gordo recuaram para R$100,00/@, à vista, e R$101,50/@, a prazo. Existem negócios em valores menores, mas menos frequentes.

Foi a única praça com mudanças nas cotações dos machos.

As escalas atendem entre três e quatro dias, na maioria dos casos. Apesar da pressão de baixa, a oferta não está abundante.

As programações maiores são compostas por animais negociados a termo ou de confinamentos próprios. 

Existem relatos de retenção de animais no cocho. No entanto, devido à agregação de custo, tal estratégia é limitada.

No mercado atacadista, a diminuição dos abates devido à dificuldade de escoamento parece estar surtindo efeito. Os estoques estão menores.

Isto pode colaborar com o mercado do boi gordo. 

Clique aqui e confira as cotações do boi

Fonte: Banco Espírito Santo + Scot

0 comentário