Fala Produtor

Participe do Fala Produtor

Um espaço interativo criado para que você possa expressar opiniões, conversar com os outros internautas e debater os temas mais importantes do Agronegócio.

É o Notícias Agrícolas dando voz ao produtor rural.

Quer deixar sua mensagem?

Se você já é cadastrado, faça o seu login ou cadastre-se no Notícias Agrícolas para enviar sua mensagem.

As opiniões expressas pelos internautas não representam, necessariamente, a posição do site Notícias Agrícolas. Elas apenas traduzem o ponto de vista dos participantes, uma ferramenta criada para dar voz ao produtor rural e fazer com que ele interaja com outros produtores de todo o Brasil.
  • VICTOR ANGELO P FERREIRA VICTORVAPF NEPOMUCENO - MG 23/01/2017 19:53

    O Trump está certo... já cancelou o acordo feito pelo OBAMA naquele tratado do Pacifico-China, que entrava até o Chile... cancelou igualmente verbas de ONGs que dão suporte ou apoiam o aborto... Daqui prá frente só acordos bilaterais e momentâneos, nada de grupelhos,,, Observei as manifestações pela TV e notei igualdade com as nossas, até parece que existe um controlador geral... Quer dizer, é preciso manifestar é só contratar um movimento leve, médio ou pesado... Acertar o pagamento... Caixa 2, etc... O Brasil, na minha opinião, vai ser o maior beneficiado deste governo que ora se inicia...

    0
    • LEANDRO CARLOS AMARALITAMBÉ - PR

      a

      0
  • DALZIR VITORIA UBERLÂNDIA - MG 23/01/2017 19:25

    Estamos no mes de janeiro... mes de baixo consumo interno devido às ferias... temperatura..etc... com a baixa do milho dá a condicao de melhorar o peso... so que passados 20 dias a oferta normalizará e o mercado volta ao que era antes... baseado nisso que afirmei acima... e no mercado ofertado e em queda (de aves e bovinos) o preco do suino nao se sustentará.

    Comentário referente a notícia: Semana começa positiva para o mercado de suínos vivo

    0
    • RODRIGO PEREIRACANOINHAS - SC

      O mercado de suinos é uma incognita!!! Quando menos se espera sobe ou baixa, sem motivos aparentes!!

      0
  • JOSÉ ALOISIO BOM JESUS DE GOIÁS - GO 23/01/2017 19:06

    Já começou o blá, blá, pago pelas multinacionais , para falar que não tem perdaa significativa na Argentina, para a soja não subir no mercado! Para comprarem barato a soja brasileira! É sempre a mesma história!

    Comentário referente a notícia: Argentina 2017: Notícias Agrícolas e Labhoro Corretora chegam para conferir os impactos das chuvas

    7
  • TIAGO GOMES BRASÍLIA - DF 23/01/2017 17:13

    SOJA PLUS, ótima iniciativa (com todo o respeito aos colegas que foram contra).... A conformidade em relação a legislação ambiental brasileira não é nenhum bicho de sete cabeças, ainda mais após o novo código florestal, que tornou a coisa muito mais clara e mais factível de ser cumprida. Com relação à legislação trabalhista, esta sim precisa de muitos ajustes, pois é um número imensurável de normativas para se adequar a ela..., por mais que se tenha vontade não é fácil..., como diz um amigo meu, é quase impossível não cair na malha fina da Lei trabalhista, por mais que vc tente atende-la.

    Comentário referente a notícia: Programa de produção sustentável da soja em MT é reconhecido por compradores europeus e deve facilitar acesso ao mercado

    8
  • HANS HORNER PASSO FUNDO - RS 23/01/2017 12:48

    Assistindo ao vídeo, o entrevistado diz que essa cultivar é resistente a lagartas e a ferrugem asiática. Mais adiante diz que a vantagem das cultivares é "menos aplicação de fungicidas"... afinal ela é resistente ou não ???? Consegui entender.... Se é parcialmente resistente, então "não é resistente"... ou é ou não é . Estou errado ? Com a palavra os especialistas.

    Comentário referente a notícia: Na ShowTec 2017, TMG lança cultivares de soja com resistência à ferrugem asiática

    2
    • LAURICIO RIBEIRO DE MORAESGOIÂNIA - GO

      Será necessário aplicações de fungicidas. O fungo consegue infectar a planta, porém com menor severidade.

      1
    • HANS HORNERPASSO FUNDO - RS

      OK, Sr.Lauricio, obrigado pelo esclarecimento. Neste caso na minha opinião, deve-se dizer que as cultivares são TOLERANTES, ou PARCIALMENTE RESISTENTES. O termo resistente induz a entender que a ferrugem asiática não se instalaria, ou melhor, não causaria nenhum tipo de dano se presente nas plantas e até por isso o fungicida não seria tão necessário ou menor quantidade. Um fungo patogênico precisa ser prevenido ou eliminado para evitar danos - o que é o caso - se fosse saprófita poderia estar presente e não interferir na saúde das plantas, se é que estou correto. Outro exemplo são "as vacinas" que criam resistência nos seres vivos, e que não causam mais danos mesmo que presentes os micro-organismos causadores, o que aqui não é o caso. Questão de interpretação, importante na escolha até pela relação custo-benefício. Agradeço mais uma vez pela atenção.

      0
    • TIAGO GOMESBRASÍLIA - DF

      Certinho Hans. O técnico pisou na bola ao vender o produto.

      0
    • SÉRGIO LUIZ MARCHIPALOTINA - PR

      Prezados! boa noite não tenho a intenção de criar polêmica sobre o assunto "Resistência ou Tolerância", me desculpa prezado Tiago mas não pisei na bola não, nos da TMG temos muito cuidado quando falamos desse assunto e com muita certeza nós somos uma das empresas que tem o maior conhecimento quando se fala em resistência genética a ferrugem asiática (P. pachyrhizi), se forem pesquisar irão encontrar nos artigos relacionados ao assunto o termo "Resistência genética". Nas cultivares que possuem o Gen de resistência o fungo penetra na planta de soja e a mesma tem uma reação que chamamos de hipersensibilidade percebendo a presença do fungo ela mata o tecido em volta do fungo e o mesmo morre causando uma lesão chamada "RB" é ai que está a diferença, nas lavouras com cultivares "Inox" não ocorre epidemia e o produtor tem uma janela de aplicação maior. Ainda referente ao termo também encontramos artigos onde os pesquisadores falam em Tolerância (Artigos: KATO e YORINORI, 2006; CALGARO et al., 2006) abraço.

      0
  • CARLOS WILLIAM NASCIMENTO CAMPO MOURÃO - PR 23/01/2017 12:04

    Muita gente fala que o governo Temer é uma pinguela que vai nos levar a cruzar o rio desta crise. Mas ele é muito fraco . Fraco demais. Homem sem pulso, com rabo preso. Se acovarda . Sou amador em economia mas de uma coisa eu sei, a exportação é nossa única salvação para reativar a economia. O mercado interno está acabado, com mais de 12 milhões de desempregados nas contas oficias. Sabemos que é muito mais. A economia não vai voltar a melhorar com o consumo interno. Temos que exportar. Mas como exportar com esta taxa de câmbio valorizada? O que é pior, valorizada pelo próprio governo. Os burros da economia querem baratear os produtos aqui no Brasil trazendo importados. Baixa a inflação , mas a produção interna acaba também. A inflação baixou não porque o governo faz alguma coisa positiva. Baixou porque ninguém está comprando mesmo. Acabou o dinheiro. Tem muita gente passando fome.
    Mais uma vez a agricultura será a âncora verde do país. Comida barata para o povo ficar bem mansinho. Nós sabemos como este filme acaba. Desculpe , mas eu torço para este Temer vazar o mais rápido possível.

    5
    • ELTON SZWERYDA SANTOSHORTOLÂNDIA - SP

      É verdade Carlos, esse governo com excessao da ideologia de esquerda, é igual ou pior que o dá Dilma. Mas discordo de voce em um ponto eles não são BURROS, o Ilan do BC defende o interesse dos bancos e dos grandes empresarios inclusive do agro que possuem enorme divida em dolar, os burros somos nós que ainda nao paramos de plantar, pelo menos por uma safra, para sermos um pouco respeitados. Vamos parar por 6 meses. Desse mundo nao se leva nada, então vamos tirar umas ferias.

      4
    • TIAGO GOMESBRASÍLIA - DF

      A coisa não é tão simples assim Carlos. Já tivemos juros baixos em parte do governo Dilma, já tivemos dólar em ótimos patamares para e exportação e o que aconteceu? Nada, o setor produtivo não esboçou a miníma reação (sem considerar o agronegócio). Indústria quebrada e sem capacidade competitiva pouco reagiu. Não sou nenhum pouco fã do governo Temer, mas particularmente em relação a questão econômica o buraco é mais embaixo. Já vi muita gente dando opinião simplista de qual seria a solução, mas considerando três variáveis e esquecendo as outras pelo menos 30 variáveis envolvidas na nossa questão econômica.

      2
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Tiago, essa é uma das questões que os economistas ou entendem errado ou erram de propósito, pois moeda forte é que favorece as exportações. Outro dia verifiquei os dados da Abiove e da Conab, ambas tinham previsões menores de exportação de soja, volume mesmo, para 2016. Não olhei o consolidado então não posso dizer se de fato foi o que aconteceu. Em relação a indústria de carnes, houve aumento de volume exportado, mas queda no valor. Todos sabemos o que houve com granjeiros e pequenas indústrias. Manipular cambio só prejudica a economia, não importa se é para valorizar ou desvalorizar. É preciso uma politica de estado de proteção do valor da nossa moeda. Todos aqui que viveram a inflação sabem que não dá prá planejar nada com os niveis de inflação altos.

      0
  • CARLOS WILLIAM NASCIMENTO CAMPO MOURÃO - PR 23/01/2017 11:55

    Então por que tem cooperativa justificando a queda no valor pago ao integrado e o baixo preço pago pelo milho como sendo consequência da redução do abate e queda nas vendas? O sindicato fala em crescimento mas seus associados falam em redução. Pessoal, vamos combinar o discurso antes. Não custa nada ligar. Vocês já combinam tantas coisas...

    Comentário referente a notícia: Abate de aves no Paraná cresce 4% em 2016, diz Sindiavipar

    0
  • DALZIR VITORIA UBERLÂNDIA - MG 23/01/2017 10:49

    Caro Valdir... se o analista que fez um belo discurso com números variados etc., falasse que o seu bla bla representa uma produção de 100 milhoes de tons. (ou mais ou menos, enfim que falasse quanto....) mas não paparicou... papagaiou e nada disse de objetivo..

    Comentário referente a notícia: Safra 2016/17 de soja tem maior estresse hídrico desde o ciclo 11/12, aponta INTL FCStone

    3
  • JOSÉ ROBERTO DE MENEZES LONDRINA - PR 23/01/2017 10:35

    Não podemos misturar o alto nível de preservação ambiental e as tecnologias de melhorias dos recursos naturais desenvolvidas pela agropecuária brasileira, com os aumentos de custos, os atrasos tecnológicos e as armadilhas de criminalização impostas pelas autoridades que comandam a legislação ambiental brasileira.

    Comentário referente a notícia: Programa de produção sustentável da soja em MT é reconhecido por compradores europeus e deve facilitar acesso ao mercado

    0
  • VALDIR EDEMAR FRIES ITAMBÉ - PR 23/01/2017 10:35

    Muito boa a analise e os comparativos... Entre todas divulgações em relação a clima se perspectivas, na minha opinião é a mais próxima da realidade.

    Comentário referente a notícia: Safra 2016/17 de soja tem maior estresse hídrico desde o ciclo 11/12, aponta INTL FCStone

    0
  • RODRIGO POLO PIRES BALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC 23/01/2017 07:07

    "Nossas Empresas Vermelhas", Por Stephen Kanitz.. -- Denis Rosenfield escreve um grave alerta no Globo e no Estado De São Paulo de hoje, que gostaria de recomendar e acrescentar. Denis aponta que o projeto do PT era criar empresas privadas vermelhas, que obedeceriam os ditames socialistas do PT.
    Em troca da obediência, receberiam favores do BNDES, subsídios, proteção tarifária e contratos bilionários.
    Odebrecht, OAS, OGX eram alguns exemplos do Projeto começando com O.
    A Odebrecht obedecia a um Projeto Político, essa é a verdade.
    Os cheques eram distribuídos segundo ordens, e não em contrapartida de uma ou outra obra.
    Odebrecht obedecia, bem diferente de ser obedecido e receber 3% redondo, no dia seguinte de uma licitação ganha.
    Meu ponto porém é uma complementação ao raciocínio do Denis Rosenfeld.
    Nossas Empresas Vermelhas são todas empresas Familiares.
    Dominadas e administradas por uma família.
    E não por administradores treinados em Faculdades que ensinam Administração Socialmente Responsável.
    A esquerda americana teve muita influência no ensino de administração, com o mesmo intuito.
    Criar Empresas "Vermelhas".
    Harvard, foi uma delas, e me ensinou a ser um Administrador "Vermelho" , mas usamos o termo Socialmente Responsável.
    Um Administrador preocupado com os trabalhadores, para os quais criamos Fundos de Pensão sólidos e não essas correntes da felicidade de Governos Populistas.
    Oferecemos Seguro Saúde aos nossos funcionários em vez desse Sus Socialista que o PSDB e PT administraram.
    Criamos a consciência da Responsabilidade Social no Brasil, com o site filantropia.org, voluntários.com.br, o Prêmio Bem Eficiente.
    No Brasil, o projeto Empresas Vermelhas não seguiu essas linhas, infelizmente.
    Seguiu as linhas do BNDES, da Matriz Econômica, das ideias de Karl Marx e não de Peter Drucker ou de Harvard.
    Nossas escolas de Administração são na maioria Chapa Branca.
    Obedecem o Estado e o Ministro da Educação, todos da mesma linha, muitas ensinam Administração Pública, e não Administração Socialmente Responsável.
    Apesar de ser um movimento muito forte nos Estados Unidos, nenhum Diretor de uma Faculdade de Administração brasileira jamais me convidou até hoje para eu lhe explicar esse movimento em mais detalhe.
    Em troca de um almoço, por exemplo, eu peço nada mais do que isso.
    Não, o projeto Empresas Vermelhas no Brasil é outro.
    É manter os filhos e netos de empresas familiares no Poder, em troca de total obediência".
    Por Stephen Kanitz

    1
  • PAULO ROBERTO RENSI BANDEIRANTES - PR 23/01/2017 04:07

    Na história recente da civilização encontramos um grande esforço da ciência em tentar curar ou amenizar os distúrbios da mente.
    Atualmente vivemos um paradoxo.
    A produção de fármacos criou um submundo para o consumo de substâncias psicotrópicas e, que vem caminhando a passos largos. Substancias derivados da papoula, Cannabis; Erythroxylum coca, mais conhecida como ipadu, têm produzido verdadeiras fortunas e também muitas desgraças.
    Como citei anteriormente, trilhava-se um caminho para curar distúrbios mentais e, atualmente parte da sociedade procura substâncias para causar uma "desordem mental".
    Muitos são as discussões e, conceitos quanto ao uso das drogas, muitos concordam com a descriminalização, pois cada um faz do seu corpo o que quiser.
    Quais os efeitos nos descendentes desses usuários? De quem é a responsabilidade? ... Do usuário?
    Moro numa cidade pequena e, já está se tornando comum encontrar "zumbis", usuários de crack, andando pelas ruas da cidade. Meninas, crianças de 14, 15 anos usuárias, algumas grávidas, também usuárias vivem "zoando nas biqueiras".
    Estou citando esse fato, pois acho que no restante do país não deve ser diferente. Segundo consta as Américas, com exceção a do Norte, estão fadadas a tornarem-se território de narcotraficantes.
    Por isso volto a afirmar: ... Cada dia que passa mais me entristeço !!!
    QUE FUTURO OS RESERVA ??? (das gerações futuras)

    0
  • PAULO ROBERTO RENSI BANDEIRANTES - PR 23/01/2017 01:19

    Nesta bola de mil matizes, chamada "mundo", muito se fala em governos e formas de governos, mas "O QUE É GOVERNO"?.
    Como a maioria entende "O QUE É GOVERNAR"?
    No Brasil, as noticias que lemos dos governantes é que eles estão sempre atuando para aparar arestas. Que arestas são essas?
    Lê-se todos os dias que os eleitos do Poder Executivo, prefeitos, governadores e Presidente da República, estão sempre preocupados nas distribuições de cargos, em secretárias ou empresas estatais para poderem governar com maiores facilidades.
    Ah! Eles ferram o povo para "governar com maiores facilidades", simples assim. Mas, nos seus discursos usados para se elegerem, não diziam que iam "trabalhar duro" para promover o bem estar social, este bem tão escasso no país das massas inocentes, que há décadas acreditam nos Robin Hoods de Garanhuns & os cambau !!!
    A "mentalidade" condicionada na população é de que ela é incapaz de conquistar o bem estar, precisa de uma elite burocrática que a conduza pelas veredas do infortúnio.
    O ESTADO É O ÚNICO CULPADO DAS MAZELAS !!!

    Comentário referente a notícia: TRUMP PODE SER COMPARADO MESMO A HITLER? SÉRIO?, no blog de Rodrigo Constantino

    0
  • RENATO LIMA [email protected] - RJ 22/01/2017 22:13

    Isso ai, NAÇÃO! vamos enfrentar esses fazendeiros capetalistas mesmo!!! \\\///

    Comentário referente a notícia: Escola de samba criticará o agro no carnaval 2017

    17
  • RODRIGO POLO PIRES BALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC 22/01/2017 19:26

    Cadê a análise do Arruinaldo Azevedo? Tudo gravadinho aí. Trump no primeiro dia de governo mandou tirar da página da casa branca a propaganda LGBT e ambientalista. Bom começo, chega disso.

    Comentário referente a notícia: TRUMP PODE SER COMPARADO MESMO A HITLER? SÉRIO?, no blog de Rodrigo Constantino

    1
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      OS EXAGEROS QUE OS COMUNAS JOGAM PARA O AR, LOGO MAIS VAO CAIR NAS CABEÇAS DELES---

      1
    • JOEL CARIELLPONTA GROSSA - PR

      A analogia entre Donald Trump e Adolf Hitler é tão postiça, tão forçada e tão despropositada, que ouvi-la da boca de um Papa é suficiente para levar muitas almas a perder a confiança na Igreja Católica, que afinal nada tem haver com tal declaração. Essas passeatas anti-Trump são pura comédia. Dão a impressão de que algum conservador as financiou para queimar de vez o filme da esquerda, pois tenho uma certa dificuldade de distinguir entre os homens encapuzados e as mulheres de burqa. A imprensa internacional (globoNews tambem) no desespero em bater na América de D.Trump chega a ser patético, no entanto não estavam preocupados ( assim como todas as redes) em bater na América do socialista Obama, se sentem com seus empregos como jornalistas ameaçados com as mudanças que o mundo sofrerá após a derrota nas eleições nos USA, me divirto com o panico dos Marinho e da turma da " Uol/folha" tentando evitar o inevitável. A grande mídia mundial não informa, ela desinforma, ela pratica ativismo irresponsável !!

      0
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      HOJE EM DIA OS JORNAIS DESINFORMAM,

      0