Boi gordo, por Scot Consultoria: Estabilidade na praça paulista

Publicado em 25/01/2022 17:07 113 exibições

Jéssica Olivier
Engenheira agrônoma
Scot Consultoria

As escalas dos compradores estão confortáveis, resultando em menor ímpeto de compras nos últimos dias.
As cotações dos bovinos destinados ao abate não tiveram alterações quando comparadas ao fechamento do dia anterior (24/1). Portanto, boi, vaca e novilha gordos estão precificados em R$337,00/@, R$306,00/@ e R$325,00/@, preços brutos e a prazo.

Noroeste do Paraná

A oferta de animais tem aumentado nos últimos dias, devido à seca que atinge a região, levando a recuos para todas as categorias destinadas ao abate na comparação diária. Os preços pagos pela arroba do boi, vaca e novilha gordos caíram, respectivamente, R$2,00, R$5,00 e R$4,00.

O boi gordo está cotado em R$320,00/@, a vaca gorda em R$300,00/@ e a novilha gorda em R$310,00/@, preços brutos e a prazo.

Exportação de carne bovina in natura

Nos primeiros 15 dias úteis de janeiro, o Brasil exportou 107,4 mil toneladas de carne bovina in natura. Esse valor ultrapassou o volume embarcado em todo o mês de jan/21 (107,3 mil toneladas).

Ao comparar a média diária do mês atual (7,1 mil toneladas/dia) com o mesmo mês do ano anterior (5,3 mil toneladas/dia), o volume está 33,5% maior. Também houve aumento no preço pago por tonelada, de 14,4% na mesma comparação temporal, atualmente vendida por US$5,1 mil.

 

Fonte:
Scot Consultoria

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário