Feijão: Foram ofertadas 8.000 sacas na bolsa de feijão do Brás e as vendas teriam sido de 3.000 sacas

Publicado em 27/06/2014 16:00 1001 exibições

Segundo os comerciantes da “bolsa”  de feijão do Brás em São Paulo, houve oferta nesta madrugada de cerca de 8.000 sacas, teriam sido vendidas nesta madrugada 3.000 sacas e  ninguém explica para onde foram ou se realmente existiram em algum momento outras 2.000 sacas durante o dia de ontem. Assim, se realmente tivesse entrado cerca de 50.000 sacas na segunda-feira, teriam sido vendidas 45.000 sacas durante a semana sendo que apenas 25.500 sacas foram vendidas até as 8 horas da manhã. Isto sem contar que eventualmente algum ingênuo teria levado mais feijões para lá durante a semana. Se fosse realmente uma bolsa e ainda com pessoas bem intencionadas, haveria pregão com hora marcada, número de lote, placa do caminhão e nota fiscal. Acabado o prazo ninguém compraria depois. O efeito lógico, da maneira que é, trabalha contra o produtor.

Para mais informações sobre o mercadoo do feijão acesse o boletim Só Feijão

Tags:
Fonte:
Correpar

1 comentário

  • João Alves da Fonseca Paracatu - MG

    Marcelo,acho que hoje,além do Glauber Silveira da aprossoja que pôs o dedo na ferida causada pelos vampiros das multis dos agroquímicos e das revendas destes, você mexeu num vespeiro que é esta tal bolsinha, comandada por uma máfia que tem como único objetivo viver às custas do suor e do sangue do sofrido produtor de feijão,parabéns!

    0