Em Chicago, trigo fecha com mais de 20 pts de baixa e puxa soja e milho

Publicado em 07/03/2012 17:40 1560 exibições
Mais um dia de baixa para o mercado internacional de grãos. Nesta quarta-feira, soja, milho e trigo voltaram a recuar e fecharam o dia no vermelho na Bolsa de Chicago. O forte recuo do trigo, de mais de 20 pontos no primeiro vencimento, acabou puxando os dois mercados vizinhos, além da realização de lucros e da busca dos traders de buscar um melhor posicionamento nas sessões que antecedem a divulgação do próximo relatório do USDA. 

No caso da soja, que encerrou o dia perdendo mais de 8 pontos em seus principais vencimentos, apesar do mercado sustentado pelos fundamentos, as cotações realizaram lucros mais uma vez. Trata-se de uma correção técnica após sucessivos dias de boas altas registradas na CBOT que vinham refletindo o bom momento da demanda pela soja dos EUA e mais a oferta restrita. 

"Nós vínhamos alertando que o mercado estava pronto para uma correção técnica. E isso aconteceu até de um modo mais brando, porque os fundamentos continuam fortes e ainda temos uma expectativa de um relatório altista do USDA na sexta-feira", disse o analista de mercado Steve Cachia, da Cerealpar. 

No próximo dia 9 de março, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) atualiza seus números de oferta e demanda e deve ainda trazer os dados de intenção de plantio para a safra 2012/13 dos EUA, que também devem mexer com o mercado. 

O milho também encerrou o dia recuando, porém, no caso do cereal, as perdas foram mais acentuadas. Os futuros do cereal encerraram o dia perdendo mais de 15 pontos nos contratos mais próximos, refletindo as informações de aumento de área nos Estados Unidos. 

As informações sobre a briga por área entre soja e milho nos Estados Unidos devem movimentar o mercado nos próximos dias. Estimativas apontam que o cereal irá registrar uma safra recorde na maior área plantada desde 1944. Os dados já são ligeiramente refletidos pelo mercado, no entanto, os traders ainda aguardam com expectativa os dados da sexta-feira. 

Veja como ficaram as cotações no fechamento desta quarta-feira:



Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário