Escola de samba criticará o agro no carnaval 2017

Publicado em 02/01/2017 11:16 e atualizado em 05/01/2017 17:04
11671 exibições
Imperatriz Leopoldinense usa argumentos dos ecologistas para atacar o agronegócio e a produção de alimentos no Brasil. A réplica é do blog Código Florestal

A escola de samba Imperatriz Leopoldinense trará ao Carnaval de 2017 um samba-enredo com críticas ao agro. Ainda no final do ano passado, este velho bloggueiro cansado começou a receber informações via whatsapp sobre o samba da Imperatriz. Como vocês sabem, o Brasil é o país do samba que vive do agro, mas o odeia. Ainda bem que não é o contrário. Se dependêssemos do samba para sustentar a economia, seríamos um país bem pior.

A escola de samba resolveu enaltecer os índios do Parque Indígena do Xingu e decidiu fazer isso esculhambando os produtores rurais. Uma das alas da escola de samba se chamará "fazendeiros e seus agrotóxicos", outra se chamará "pragas e doenças" e uma outra se chamará "a chegada dos invasores", refletindo uma teoria histórica recente de que o Brasil não foi descoberto, mas invadido pelos portugueses no século XVI. 

Sobre o agro, chamado de "o belo monstro", o samba diz "sangra o coração do meu Brasil, o belo monstro rouba as terras dos seus filhos, devora as matas e seca os rios. Tanta riqueza que a cobiça destruiu". Haverá também uma ala chamada "os olhos da cobiça".

Veja ainda:

>> Vice-Presidente da Farsul repudia participação de Zezé di Camargo e Luciano no desfile da Imperatriz

O brasileiro urbano e os gringos gostam de potoca. O samba-enredo da Imperatriz está cheio de potocas. Eu acho que a Imperatriz Leopoldinense será campeã do carnaval carioca.

Aliás, carioca é uma palavra de origem tupi-guarani. É uma corruptela do termo akari oca. Acarí é um peixe cascudo e oca é casa. Akari oca era como os índios tupis, que viviam onde hoje é a cidade do Rio de Janeiro, chamavam uma pequena fortificação de pedra cascuda construída por Gonçalo Coelho em 1503 na praia do Flamengo. A praia do Flamengo fica pertinho do Sambódromo.


A fortificação de Gonçalo Coelho serviu de base para o comércio do pau-brasil com os índios tupis. Os europeus davam espelhos aos índios e recebiam pau-brasil em troca. Foi construída na foz de um pequeno rio que nasce na Floresta da Tijuca, corta a cidade do Rio de Janeiro e deságua na Praia do Flamengo, o Rio akari oca, ou Carioca. Durante muitos anos a cidade do Rio de Janeiro bebeu as águas do Rio akari oca. Mas hoje não bebe mais.

Hoje, o Rio akari oca, ou carioca, é um rio de cocô e esgoto sanitário que corre soterrado pela cidade do Rio de Janeiro, passa ao lado do Sambódromo e deságua sua podridão na Praia do Flamengo. Talvez a urina dos sambistas e passistas da Imperatriz Leopoldinense escorra para o esgoto do rio akari oca.

Tampouco os índios tupi-guarani que viviam na região existem mais. A maioria das etnias e culturas indígenas do litoral brasileiro foram extintas. Da Mata Atlântica, que cobria toda a região do Rio de Janeiro, só existe 7%.

Sabe onde tem etnia indígena protegida, floresta e rio correndo sem cocô?

No Mato Grosso.

No Mato Grosso onde está o agro.

O agro que é criticado pela Imperatriz Leopoldinense que mija do Rio Carioca onde não tem mais índio nem floresta.

Como eu disse no início: O Brasil é o país do samba sustentado pelo agro. Fosse o contrário, seria o caos.

Fonte: Blog Código Florestal

Samba-enredo da  Imperatriz Leopoldinense acusa o agronegócio por destruição, e revolta produtores

Polêmica no Carnaval!!! escola carioca usa argumentos dos ecologistas para atacar o agronegócio e a produção de alimentos no Brasil. O contraditório está motivando as lideranças do agro a se posicionarem e usarem o debate para esclarecer a sociedade sobre as virtudes da agricultura sustentável que é praticada no Brasil.

Com o samba enredo "Xingu, o Clamor da Floresta", a escola de samba Imperatriz Leopoldinense irá desfilar em 2017. Em uma homenagem ao Parque Nacional do Xingu, a escola utiliza um tom crítico para falar do desmatamento. Ouça abaixo comentário do jornalista Fábio Mezzacasa para a rádio Meridional FM, em Sinop (MT).

Podcast

Jornalista Fábio Mezzacasa fala sobre o samba enredo da Escola Imperatriz Leopoldinense,

Download

Podcast

Jornalista Fábio Mezzacasa fala sobre o samba enredo da Escola Imperatriz Leopoldinense,

Download

Confira o samba enredo da escola:

"Xingu, o Clamor da Floresta” 

"BRILHOU… A COROA NA LUZ DO LUAR!
NOS TRONCOS A ETERNIDADE… A REZA E A MAGIA DO PAJÉ!
NA ALDEIA COM FLAUTAS E MARACÁS
KUARUP É FESTA, LOUVOR EM RITUAIS
NA FLORESTA… HARMONIA, A VIDA A BROTAR
SINFONIA DE CORES E CANTOS NO AR
O PARAÍSO FEZ AQUI O SEU LUGAR
JARDIM SAGRADO O CARAÍBA DESCOBRIU
SANGRA O CORAÇÃO DO MEU BRASIL
O BELO MONSTRO ROUBA AS TERRAS DOS SEUS FILHOS
DEVORA AS MATAS E SECA OS RIOS
TANTA RIQUEZA QUE A COBIÇA DESTRUIU


SOU O FILHO ESQUECIDO DO MUNDO
MINHA COR É VERMELHA DE DOR
O MEU CANTO É BRAVO E FORTE
MAS É HINO DE PAZ E AMOR


SOU GUERREIRO IMORTAL DERRADEIRO
DESTE CHÃO O SENHOR VERDADEIRO
SEMENTE EU SOU A PRIMEIRA
DA PURA ALMA BRASILEIRA
JAMAIS SE CURVAR, LUTAR E APRENDER
ESCUTA MENINO, RAONI ENSINOU
LIBERDADE É O NOSSO DESTINO
MEMÓRIA SAGRADA, RAZÃO DE VIVER
ANDAR ONDE NINGÚEM ANDOU
CHEGAR AONDE NINGUÉM CHEGOU
LEMBRAR A CORAGEM E O AMOR DOS IRMÃOS
E OUTROS HERÓIS GUARDIÕES
AVENTURAS DE FÉ E PAIXÃO
O SONHO DE INTEGRAR UMA NAÇÃO
KARARAÔ… KARARAÔ… O ÍNDIO LUTA PELA SUA TERRA
DA IMPERATRIZ VEM O SEU GRITO DE GUERRA!

SALVE O VERDE DO XINGU… A ESPERANÇA
A SEMENTE DO AMANHÃ… HERANÇA
O CLAMOR DA NATUREZA
A NOSSA VOZ VAI ECOAR… PRESERVAR!"

Veja fotos das fatansias:

Fantasias Imperatriz Leopoldinense - Carnaval 2017

Fantasias Imperatriz Leopoldinense - Carnaval 2017

Fantasias Imperatriz Leopoldinense - Carnaval 2017

Fantasias Imperatriz Leopoldinense - Carnaval 2017

Fantasias Imperatriz Leopoldinense - Carnaval 2017

Fantasias Imperatriz Leopoldinense - Carnaval 2017

Fantasias Imperatriz Leopoldinense - Carnaval 2017

Fantasias Imperatriz Leopoldinense - Carnaval 2017

Fantasias Imperatriz Leopoldinense - Carnaval 2017

Fantasias Imperatriz Leopoldinense - Carnaval 2017

Tags:
Fonte: Notícias Agrícolas

20 comentários

  • Renato Lima [email protected] - RJ

    Isso ai, NAÇÃO! vamos enfrentar esses fazendeiros capetalistas mesmo!!! \\\///

    27
  • Julio Ribeiro Campos Altos - MG

    Informação é a solução para os nossos problemas. ... acessem http://www.faemg.org.br/Noticia.aspx?code=12426&Portal=1&PortalNews=1&ParentCode=139&ParentPath=None&ContentVersion=R

    1
  • Julio Ribeiro Campos Altos - MG

    Amanhã, os defensores dessa escola, por favor, procurem alimentos produzidos por Aldeias Indígenas e me contem se obtiveram sucesso.

    5
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      JULIO RIBEIRO um grande nome.

      2
  • Jéssica Sousa Marabá - PA

    Alguém sabe me informar quem tá patrocinando a Escola este ano?

    2
    • ARTHUR FERRAGINISãO PAULO - SP

      Esse ano, ninguém.

      5
  • Arthur Ferragini São Paulo - SP

    Você que está lendo esse comentário e não correu atrás da verdade: o tema dá Imperatriz 2017 não é falar mal do agronegócio. O agronegócio não é o centro do enredo, os fazendeiros ruins são só uma fantasia, e se você não é um fazendeiro ruim, ou seja, se você é sustentável, a fantasia não se refere a você :). A crítica desse carnaval é ao desastre de belo monte. Aproveite esse espaço para falar sobre o real tema, e não para fortalecer a mentira que essa notícia tenta propagar.
    Abraços de um caraíba

    46
    • FRANCISCO ANTONIO CALDAS SERPAGUARAPUAVA - PR

      Caro Arthur Ferragini, sinto muitíssimo mas acho que vcê já foi infectado pelo virus.

      3
    • SILVINO RITTER -

      O Arthur Ferragini fala de um assunto que ele não conhece ou esta infectado pelo vírus dos fanáticos, se não fosse a agro industria e a nossa produção rural ele certamente estaria passando fome.

      4
    • MOIZEZ ANDRADECAMPO VERDE - MS

      Seria ideal um Enredo com o Tema Lava -Jato ou o Desastre de Mariana, que falta de criatividade! Imperatriz!

      0
    • MOIZEZ ANDRADECAMPO VERDE - MS

      Compareça em Chapada dos Guimarães venha falar de nossa cultura de forma bela e verdadeira. Tome banho em nossos Rios e beba da água pura de nossos rios!

      0
  • Luiz Antonio Lorenzoni Campo Novo do Parecis - MT

    Juliano, o Fernando lhe deu uma ótima aula. Antes de você se prestar ao papel de "papagaio de pirata" de esquerdistas e ongueiros, sugiro aproveitar suas férias e vir conhecer o Mato Grosso. Visite as reservas indígenas e as propriedades rurais, compare a biodiversidade existentes nas reservas, onde o fogo grassa todos os anos, com a biodiversidade das áreas de reserva das propriedades privadas. Aliás, quando vocês aí nas cidades, propagam que nós produtores estamos acabando com o cerrado, tem um fundo de verdade, pois o cerrado é uma consequência do fogo. Corta-se o fogo, os resíduos vegetais transformam-se em matéria orgânica, as condições físicas, biológicas e químicas do solo melhoram e a vegetação nativa cresce. Faça um levantamento em qualquer área indígena com relação a plantas medicinais e inimigos naturais e compare com qualquer área de agricultura de qualquer propriedade rural que pratica duas safras por ano no sistema de plantio direto. Você terá surpresas. Está na hora de rever seus dogmas.

    5
  • Luciano Scalfaro -

    Esse samba enredo não é apenas preconceituoso. Ele é também uma bofetada na cara daqueles que pretensamente deveria defender, as comunidades pobres dos morros cariocas... Pobre no Brasil só come carne de boi porque ela é produzida, de forma natural e barata - repita-se: natural e barata - dentro do bioma amazônico, sob a dobradinha nelore/braquiária.
    Portanto, bater no agricultor e pecuarista brasileiros, é, antes de mais nada, agir contra o consumidor pobre, aquele que, antes de subir o morro, passa no açougue e compra a mistura.
    Patrocinados por ONGs europeias - aquele bando de infeliz que quer nos destruir - os "carnavalescos" não estão nem aí para o povo pobre. Eles são elite e, como elite, se comportam. Tanto é assim que cuidam dos detalhes do desfile jantando picanha de angus no Porcão, enquanto, cinicamente, batem no produtor rural.
    Cínicos. Hipócritas e cínicos!

    4
    • MARILDO KITORCANTAGALO - PR

      E isso q o Brasil precisa!

      3
    • DANIEL DALOSSIOCHAPADÃO DO SUL - MS

      Enquanto nos EUA no final do superbol ,os agricultores são devidamente homenageados , aqui é assim....viva o brasil..

      3
  • Juliano Dobis Pontal do Paraná - PR

    O comentário do jornalista Fábio Mezzacasa ( Escola de samba criticará o agro no carnaval 2017) não foi muito feliz. Concordo que não se pode colocar todos em uma mesma situação. Existe sim agricultores que estão devastando as florestas e contaminando rios com agrotóxicos, mas existem também aqueles agem com o mínimo de responsabilidade. Porém, não se pode negar que: (a) o Brasil é o país que mais consome agrotóxico por hectare; (b) existe o arco do desmatamento, onde retira-se a floresta para por pecuária e depois a soja; (c) o termo sustentabilidade está banalizado e o jornalista contribui com esta banalização a partir do momento que apenas fala que a agricultura é sustentável mas não justifica; (d) falar que o grande agronegócio coloca comida na mesa é besteira, pois o objetivo é a exportação, quem coloca comida na mesa do brasileiro é principalmente a agricultura familiar, o agronegócio contribui com muito pouco; (e) não se compara florestas das cidades com florestas do meio rural, pois são diferentes em tamanho e as grandes florestas tem potencial de manutenção de grandes espécies, como a onça; (f) por fim, é uma estupidez comparar resultados da agricultura com terras indígenas, já que os produtos são diferentes. É como comparar o quanto produz os aproximados 7700 metros quadrados de uma lavoura com os 7700 metros quadrados de um campo de futebol, pois o objetivo é diferente, não se produz soja no campo de futebol e não se faz gol na lavoura. Se a área indígena não produz soja, a lavoura de soja não produz biodiversidade, nem variedade de plantas com potencial medicinal, nem grande quantidade de inimigos naturais, nem mantem espécies ameaçadas. Por favor, mais conhecimento e responsabilidade nos comentários. Vamos pensar melhor, e comentar com conhecimento técnico.

    71
    • FERNANDO ENGLERPALOTINA - PR

      Primeiro, Sr. Juliano, precisa entender que o termo sustentabilidade se refere a um equilíbrio entre o AMBIENTAL, o ECONÔMICO e o SOCIAL... Aqueles que acham que o ambiental é mais importante do que os demais são os que não compreendem a realidade do termo... Equilíbrio é a questão, e o Brasil e os agricultores brasileiros são campeões mundiais de sustentabilidade, ao contrário do que você vê na Globo... Plim, plim... a) O Japão é o país que mais consome agrotóxicos, o Brasil é o 6º colocado, porém consumimos isso em duas safras anuais, nos demais países é apenas uma safra anual; b) O arco é do DESENVOLVIMENTO, acima dele impera a miséria e a pobreza, porque não vai morar lá para cima??? c) A agricultura brasileira é a mais sustentável do planeta porque somos os únicos que sabem conciliar desenvolvimento e preservação, mesmo aquela mata atlântica tão devastada que aparece na TV tem 27% de remanescentes florestais, a Europa, que patrocina as ONGs ambientais, tem apenas 0,3%, porque os ambientalistas não estão lá??? Porque sabem que a economia depende da geração de bens primários, quanto mais bens primários mais um economia pode se desenvolver, e o Brasil tem potencial de produzir 50% dos bens primários do planeta (sabe o que isso significa??? 50% da riqueza); d) quem coloca a comida na mesa dos brasileiros e do planeta é o AGRICULTOR EMPRESARIAL, seja de que tamanho for, pequeno, médio ou grande... Soja também é comida, quando olhar para as prateleiras dos supermercados que frequenta 68% dos produtos a sua volta terão soja na composição, mesmo que não saiba, é o que você mais come; e) Floresta é tudo floresta, e não precisamos de milhões de hectares para preservarmos a sua onça, que você prefere que fique aqui no meio rural, mas jamais no pátio da escola de seu filho, não é... As áreas inaptas ao agronegócio (que é muito mais do que soja e milho, para seu conhecimento) no Brasil são de aproximadamente 250 milhões de hectares, muito mais do que o necessário para se preservar toda a biodiversidade brasileira sem necessitar de um parque ambiental sequer... f) o campo de futebol gera empego e renda a várias pessoas, gera oportunidades, as reservas indígenas são desculpas para barrarem o agro do Brasil e impedir que sejamos um país desenvolvido e que gera oportunidades aos que quiserem trabalhar e se dedicar para sustentar melhor a família... Eu quero isto... A maioria quer isto... Só não quer aqueles que estão acomodados nas autarquias públicas e ONGs ridículas, mamando na teta daqueles que ainda conseguem produzir algo neste país que trata tão mal quem mais o ama...

      2
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      O SEU COMENTARIO E' UMA PIADA-----a) consome comparativamente muito agrotoxico nao por vontade do agricultor, mas por condiçoes que independem dele ----No Brasil o inverno nao consegue esterilizar as pragas como acontece em climas temperados----No Brasil tratamos a lavoura e parte das pragas se refugiam na reserva legal e logo mais retornam para a lavoura num eterno ping pong---Os proprios agricultores ao aplicar os pesticidas sofrem consequencias muito mas muito superiores aos consumidores----b) o arco de desmatamento existe porque os fiscais do IBAMA sao vagabundos--95% dos dados do Car estao nas maos deles com coordenadas precisas-- atraves de informaçoes de satelites tem condiçoes de multar e prender os contraventores como se faz no sistema do transito----c) a agricultura e' a atividade mais sustentavel que existe pelo menos e' dessa forma que consideram a produçao de alcool---nao sustentavel e gastar petroleo e minerios vui sabichao----d) todos os agricultores grandes medios o pequenos pertencem ao agronegocio---a invençao brasileira de separar a agricultura familiar so' foi concebida por mente doentia e delinquente com a unica finalidade de criar o odio de classe e lutas intestinas-----f) e' uma atitude DESUMANA segregar e separ indios do resto da populaçao para mante-los na ignorancia e utiliza-los para proteger areas ricas em minerios---POR FIM PERCEBEMOS NA SUA MISSIVA CONOTAÇOES IDEOLOGICAS SOCIALISTAS E APROVEITAMOS PARA LHE ESCLARECER QUE ESTA IDIOLOGIA NASCIDA NAS ENTRANHAS DA REVOLUÇAO FRANCESA NAO CONSEGUE MAIS ENGANAR NINGUEM POIS SEU AMAGO PRINCIPAL E ROUBAR O FRUTO DE QUEM TRABALHA PARA DISTRIBUI-LO A VAGABUNDOS COMO E' O SEU CASO--

      3
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      SR JULIANO DOBIS----Ainda me restaram algumas consideraçoes travadas na garganta mas vou botalas pra fora agora----O SENHOR E' O TIPICO SEMI-ANALFABETO QUE APRENDEU METADE DA MISSA E ASSUME ATITUDES IMPOLUTAS DE INTELECTUAL----

      6
    • CESAR AUGUSTO SCHMITTMARINGÁ - PR

      Meu caro Juliano, vê-se logo de cara que você não entende nada de nada. O amigo mora em um dos piores locais do Paraná, praiazinha fajuta, que vive as custas do Porto de PARANAGUÁ. e, ADVINHE SÓ, quem mantém esse porto como um dos maiores do mundo. Ambientalistas e sambistas? Com toda a certeza, na sua ótica.

      3
    • WASHINGTON BENTORIO VERDE - GO

      O Carlos disse tudo, só queria reforçar sobre a agricultura "familiar" que só de carne (que precisa dos nossos grãos para ser produzida) o Brasil consome mais do que arroz feijão e todas hortaliças juntas em toneladas. Então queria saber onde que essa agricultura "familiar"( aspas pois em tudo que se trabalham famílias deve ser considerado familiar) está pondo comida na mesa do brasileiro

      0
  • Juliana Simon Cascavel - PR

    Vergonha. Segue algumas informações extraídas do blog do Reinaldo Azevedo que ilustra o surrealismo brasileiro.

    " O Brasil tem um total de 851 milhões de hectares. O país produz 165,92 milhões de toneladas grãos em apenas 58,81 milhões de hectares. Vale dizer: alimentamos o país e uma boa parcela do planeta dedicando à agricultura apenas 6,9% do nosso território. Só para que a informação fique completa: pouco mais de 158,7 milhões de hectares estão dedicados às pastagens.

    Pois bem, queridos. Vamos pegar todos aqueles que "se consideram" indígenas: são 896.917 pessoas ? 0,47% da população. Vivem efetivamente nas áreas indígenas apenas 57% desse total: 511.242 ? ou 0,26% dos brasileiros. Bingo! Não obstante, as reservas indígenas somam 106,7 milhões de hectares (e o número pode ser maior; já digo por quê). Entenderam? Sintetizo:
    ? em 58,81 milhões de hectares, produzem-se 165,92 milhões de toneladas de grãos para alimentar brancos, pardos, pretos, índios, chineses, japoneses, alemãs, indianos, iranianos?
    ? em 106,7 milhões de reservas indígenas ? o dobro da área dedicada à agricultura (13% do país), não se produz um pé de feijão.".

    Disponível em: http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/produtores-rurais-batem-recorde-na-producao-de-graos-plantando-em-area-que-corresponde-a-metade-das-reservas-indigenas-onde-so-se-produz-mistificacao-ou-13-do-territorio-brasileiro-para-0-26-da-popula/

    5
  • Pedro Menezes -

    A Unidos da Tijuca foi vice-campeã do carnaval carioca em 2016 fazendo praticamente uma exaltação ao agronegócio. Mas críticas só aparecem quando surge uma notícia que convém a pessoa meter o malho em algo, não é?

    38
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Quem é que vai meter o malho Pedro Menezes? Quem é que vai criticar o que desconhece? Se exaltaram o agronegócio é por que há o que exaltar, e se conhecessem o trabalho rural saberiam que criticar "agrotóxicos" é fácil, ideológico, demagógico, o que vocês querem? Um novo holomodor? Proibam os defensivos e verão 80% da população morrer de fome, mas certamente não é isso que vocês querem, vocês querem é fortalecer a ideologia anticapitalista, não é mesmo? Bom mesmo é dinheiro de ONG para fazer farra. Nesse exato instante milhares do produtores sofrem prejuizos terriveis, trabalhando em condições duras, o agropecuarista é uma raça de homens fortes e estamos cansados de desaforos.

      6
  • Paulo Costa Ebbesen Porto Alegre - RS

    Que coisa triste!!!. Pobre Brasil. Quanta ignorância!!!
    Um País quebrado, que ainda se sustenta no agronegócio, assistir uma escola de samba custeada pela ilegalidade (jogo do bicho) fazer uma agressão desta magnitude aos produtores rurais. Esta imagem divulgada em um evento cultural, de repercussão mundial, só colabora para denegrir a imagem do Brasil no exterior.
    Será que a diretoria desta escola, certamente apoiada pelos ambientalistas de países concorrentes, tem noção do estrago que vão fazer?

    5
    • PAULO ROBERTO RENSIBANDEIRANTES - PR

      He! He! (risos). Em 2015 a Escola Beija Flor conseguiu o seu 13º título de campeã do carnaval carioca, graças ao dinheiro doado pelo mais sanguinário ditador da Guiné Equatorial, foi coisa assim de R$ 10 milhões. ... O engraçado é que em 2003, o ditador declarou oficialmente ter conexões permanentes com Deus, o que lhe permitia matar qualquer pessoa que quisesse, sem dar explicações para ninguém ? e sem ir para o inferno. ... Veja essa pessoa que foi elevada numa condição de normal no enredo apresentado na avenida... VOCÊS ESTÃO BRAVOS AGORA PORQUE A MERDA ESTÁ CAINDO NAS VOSSAS CABEÇAS !!! ... ESSE É O PAÍS DOS CARNAVAIS !!!

      6
    • BARTOLOMEU ROGERIO RODRIGUES NETOJATAÍ - GO

      É por isso tudo que somos chamados país de terceiro mundo, enquanto estamos tentando acompanhar os grandes países no item produtividade e quando começamos a aparecer no cenário mundial como uma das potencias no fornecimento de alimentos (soja, milho), itens essenciais para ração animal, vem uma escola de samba que não contribui em nada para o pais denegrir a imagem do AGRONEGÓCIO, setor que ainda mantem o pais, é por essas e por outras que ainda seremos chamados pais do terceiro mundo, e mesmo vendo toda essa injustiça, os meios de comunicação não interagem sobre o assunto, ficam a " ver navios " , chega a ser irritante essa situação.

      2
    • PAULO ROBERTO RENSIBANDEIRANTES - PR

      Acho que o comentário que fiz acima, faltou dizer: AS ESCOLAS DE SAMBA NÃO SE IMPORTAM DA ONDE VENHA O DINHEIRO E QUAL A "ESTÓRIA" QUE VÃO CANTAR NA AVENIDA !!! ...Desde que o dinheiro venha, garantindo a chance de ser mais uma vez "campeã" todos os "outros" valores são esquecidos. Os desfiles das escolas de samba aderiram o "vale tudo" há décadas. A proximidade com os contraventores, depois com os chefes do tráfico, com governantes corruptos do país e de outros continentes e, agora com representantes da Sociedade Fabiana. Veja que os contatos seguem uma linha progressiva onde vão trilhando por veredas cada vez mais obscuras, provavelmente o fluxo dos $$$$$$$ também tem aumentado na mesma proporção... VAI SABER !!!

      2
    • MOIZEZ ANDRADECAMPO VERDE - MS

      Qual foi a participação do Carnaval no PIB brasileiro? ÒÓ

      0
  • Eunice Loos -

    LINDiSSIMO SAMBA !!!!! 10 NOTA 10 !!!!!!! SALVE O VERDE DO XINGU? A ESPERANÇA
    A SEMENTE DO AMANHÃ? HERANÇA
    O CLAMOR DA NATUREZA
    A NOSSA VOZ VAI ECOAR? PRESERVAR!"

    71
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Você nem sabe o que é preservação Eunice Loos, se não fossem os produtores rurais, nem estradas vocês teriam para ir ao Xingu puxar saco de indio.

      0
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      O VERDE DO XINGU ----CLAMOR DA NATUREZA---ESPERANÇA E SEMENTE DO AMANHA----DA PARA ENTENDER ALGUMA COISA?----PORQUE UMA PESSOA DE IDEIAS ATRAPALHADAS ENTRA NO NOSSO SITE SO' PARA ZOMBAR E PROVOCAR-----ESSA EUNICE E' MAIS UMA INFELIZ CRIADA NUMA FAMILIA QUE NAO LHE ENSINOU O MINIMO DE EDUCAÇAO E CONVIVENCIA COM OS OUTROS--

      0
    • PAULO ROBERTO RENSIBANDEIRANTES - PR

      Sr. Carlo... A "natureza" dessa Eunice deve ser um gramado artificial que ela viu em algum Shopping, aquela áreas destinadas as crianças que as lojas criam para as crianças brincarem enquanto as mães "compram a felicidade" consumindo babaquices. Pobre criança, "EUNICE LOOS", seu caráter foi lapidado dentro dessa realidade, seus valores são inspirados em "gramados artificiais"... O QUÊ FAZER ???

      2
    • FABIANO DALL ASTACANARANA - MT

      Essa Eunice provavelmente faz uso de cigarro do capeta , tem inumeros colares e pulseiras no corpo compradas de indigenas e tal. Ao almoçar , enche o prato de carne bovina e arroz oriundos de '' delitos ambientais '' , incentivando esses ''criminosos.'' Tsts.

      1
    • MARCO ANTONIO CANELLOBRAGANÇA PAULISTA - SP

      Eunice Loos, hahaha! Eunice Loos é fake (falsa) nem identificação de onde é. Com certeza é ativista petista que ainda não percebeu que não engana mais ninguém e está repetindo as mesmas asneiras de sempre.

      1
  • luiz claudio c campos Pitangui - MG

    Cadê o João Batista? quero ouvir o comentário dele!!!!

    0
  • Marco Antonio Canello Bragança Paulista - SP

    Mais um evento nacional, com um tema que tem por objetivo manipular a opinião pública contra o "capitalismo". Não são ambientalistas, são Socialistas que querem destruir a Cultura e a Economia do nosso País, e o Agronegócio é o mais importante setor. E essa escola usa esse tema em troca de dinheiro, provavelmente dinheiro dos impostos que trabalhamos muito para pagar e que deveriam ser aplicados em saúde, segurança, etc. O socialismo é anti-social.

    1
  • Fabiana Fabi Santo Augusto - RS

    Quem leva alimentos aos carnavalescos?????... Quem? Vivem de vento? Vivem so de água? Ah! vão botar culpa só nos agricultores!

    1
  • Arthur Ferragini São Paulo - SP

    Que triste saber que um jornalista foi incapaz de entender quem é o "Belo Monstro" que destruiu as matas e secou os rios no Xingu. Triste ele achar que foi um ataque gratuito, que uma escola de samba não pesquisa e estuda um tema a fundo antes de criar sua poesia. E pior, parece que, apesar de versado na sustentabilidade, já esqueceu o desastre de Belo Monte. Triste.

    70
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      É sempre assim, truque usado inclusive pelos ditos "representantes" do "agronegócio". Os produtores são uns burros incapazes de entender qualquer coisa que seja. O Arthur ficou compungido de tristeza, quem não vê que o ataque foi pago? Claro que não é de graça. E te digo Arthur, mesmo com todo o subsidio recebido pelos produtores, os carnavalescos comparados a esses são um bando de vagabundos imprestáveis, que se prestam a qualquer coisa. Todo o subsidio, não esqueça é devolvido aos cofres públicos com juros e correção monetária, pois não há no mundo infraestrutura mais cara que a rural brasileira, a paga pelo produtor, e que infelizmente cai na mão de carnavalescos ignorantes, ou será que são ideológicos? É mentira que os rios do xingu secaram, e Belo Monte só é um desastre economico, pois seguiu as determinações dos ecologistas que obrigaram os investidores a construir uma porcaria "fio d'água, economicamente inviável, que deu ao país mais uma bandeira ideológica para quem se dedica a travar e tornar o Brasil um país miserável como a Venezuela comunista já é.

      1
    • MAIQUEL ANESESEBERI - RS

      ISSO AI RODRIGO FALOU TUDO... CARNAVALESCOS MAL A PENA SABEM SAMBAR, QUEM DIRÁ FALAR DE AGRONEGOCIO.

      0
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      De besteira em besteira os ecologistas mancomunados com os esquerdistas estao cavando a sua propria cova-----Chegaremos ' ao ponto que o mais simples cidadao vai entender que essa turma leva qualquer pais para o buraco.

      0
    • JOÃO ALVES DA FONSECAPARACATU - MG

      Vamos soltar uma campanha na mídia e na internet urgente "BOICOTE TOTAL A QUEM PATROCINA ESTA ESCOLA DE SAMBA E O CARNAVAL CARIOCA" ,colega produtor já imaginou você chegando na sua agência bancaria e pedindo prá encerrar sua conta e o gerente pergunta,Porque? E você -Seu patão está pagando pra divulgar que eu sou um canalha...Isto acontecendo em todo Brasil... Será o maior tapa de luva do mundo...Saudações mineiras,uai!

      0
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      Esse Arthur Ferragini tem raciocinio mais enrolado do que pirulito----Me parece que ele associa BELO MONSTRO a BELO MONTE----Belo Monte e' uma usina erguida pelo governo e nada tem a ver com o agronegocio ----Mas depois diz que toda escola de samba pesquisa a fundo o tema---Olha amigao por mim você nao passa de um IMBECIL--

      0
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      NAO E' DE HOJE QUE SABEMOS SER O BRASIL UM PAIS DE VALORES INVERTIDOS ----AQUI ESTA' O EXEMPLO ,,QUE ENALTECE A VIDA INDIGENA SEM TRABALHO, SEM HIGIENE, NO NIVEL CULTURAL DA IDADE DA PEDRA--ESSES MOVIMENTOS QUE DEFENDEM OS INDIO NA VERDADE NAO PASSAM DE ORGANIZAÇOES QUE SEGREGAM ESSES COITADOS E QUEREM MANTE-LOS LONGE DA CIVILIZAÇAO---A UNIAO UTILIZA 0S INDIOS PARA SALVAGUARDAR AREAS RICAS EM MINERIOS ---

      2
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      ESSE ARTHUR FERRAGINI PARECE INDIGNADO COM O FATO DO PAIS SO' TER 67% DE FLORESTAS, OS INDIOS OCUPAREM SO' 13%, E O AGRONEGOCIO CONSEGUIR SER O ESTEIO E O SUPORTE MAIOR DESSA NAÇAO FALIDA REALIZA ESSE MILAGRE OCUPANDO SO' 11% -----SERA' QUE ESTOU ERRADO QUANDO DIGO QUE ESTE CARA E' UM IMBECIL?

      1
    • ARTHUR FERRAGINISãO PAULO - SP

      O que meu comentário tenta elucidar, mas que ninguém enxergou ainda, é que o carnavalesco não está falando mal do agronegócio, ele está falando do mal que o homem causa à natureza. Ponto. "Belo monstro" é, de fato, uma referência a Belo Monte. Existe um documento chamado "sinopse" que expõe o tema do enredo, e não é esse "carnaval" que essa notícia tentou criar. As fantasias mostram coisas ruins que o homem causa à natureza, e um exemplo disso é o uso de agrotóxicos. Não se discute a eficácia ou à necessidade, mas se expõe o fato de que é algo nocivo, assim como construir uma usina hidrelétrica sem planejamento.

      4
  • MAIQUEL ANESE seberi - RS

    CONHECEM POUCO CARNAVAL, E AINDA QUEREM FALAR EM DESMATAMENTO...
    VÃO ACHAR O QUE FAZER, ESSAS ESCOLAS SAMBA... ENQUANTO PASSAM O ANO TREINANDO PARA DESFILAR NO CARNAVAL, OS AGRICULTORES PASSAM ANO PRODUZINDO ALIMENTO.
    E AINDA SÃO ALVO DE CRITICAS...

    3
  • Guilherme Pádua Rodrigues Unaí - MG

    Gostei do Samba Enredo, ficou show!! Vai ganhar esse ano.

    74
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      O carro carnevalesco pega fogo facilmente---

      3
  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    É fácil falar de pensamento hegemonico da esquerda, mas o que vem a ser isso exatamente? Um bom exemplo é a falácia que diz que "o povo não sabe votar", dos quais temos várias variações em torno do tema, como: A culpa é do povo que elege os politicos. Pois bem, por que isso é mentira? Primeiro por que são os partidos que escolhem os candidatos, segundo por que muitos deputados eleitos, o foram por voto proporcional, como é o caso do deputado Jean Willis que na primeira legislatura ganhou o cargo sem ter votos. Percebem o que é pensamento hegemonico? É fazer prevalecer uma narrativa, mesmo que falsa até a raiz dos cabelos. Em terceiro lugar posso falar do voto obrigatório, pois além dos partidos nos apresentarem um candidato pior que o outro, ainda nos obrigam a votar... E o brasileiro tenta votar no menos pior. Acontece amigos que, e o Sr. Rensi tem razão, o sistema é feito de tal modo que entre quem entrar, poderá tranquilamente realizar as maiores barbaridades contra nós pelo simples fato de que são eles quem tem o poder de nos dizer o que fazer e não o contrário... Nós ditando aquilo que eles devem, podem e aquilo que não devem e não podem fazer. Outro pensamento hegemonico da esquerda é o de que a nossa constituição é uma das melhores do mundo?! É outra mentira, a nossa constituição é comunista e foi feita para garantir o poder de fazer aquilo que bem entendem, e a imunidade e impunidade dos nossos politicos e autoridades. A nossa constituição é um lixo socialista que a força de propaganda foi transformada em "uma das melhores do mundo", não é. Basta ver o resultado do "foro privilegiado", do Estado como "promotor de crescimento economico, das ciencias, e do desenvolvimento do país". Todos nós reclamamos da qualidade de nossos politicos, e dificilmente aparecem politicos de qualidade, reclamamos da impunidade dos criminosos, e esquecemos que quem os protege é a própria constituição, uma constituição feita para que bandidos governem.

    1
    • VICTOR ANGELO P FERREIRA VICTORVAPFNEPOMUCENO - MG

      A maioria das famílias dos que formam a Escola de Samba eram trabalhadores rurais e foram morar nas cidades participando do êxodo rural deixando as fazendas as moscas...Eles, na realidade é que são culpados pela substituição da mão de obra por produtos químicos...mas eles estão certos; É bem melhor pegar num pandeiro do que numa enxada...

      2
  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Parabéns Sinop, parabéns ao jornalista Fábio Mezzacasa, parabéns ao Noticias Agricolas (ref. "Samba-enredo da Imperatriz Leopoldinense acusa o agronegócio por destruição, e revolta produtores"... Aos poucos a união começa a acontecer, é possivel mudar. Vamos que vamos.

    1
    • GERD HANS SCHURTCIDADE GAÚCHA - PR

      A pergunta que faço: Onde estão os responsáveis dirigentes de nossas Entidades Representativas?

      1
    • BETOPALOTINA - PR

      Estao em alguma praia gastando a contribuicao confederativa que os troxa (nois ) paga

      2
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      000

      0
    • VIRGILIO ANDRADE MOREIRAGUAIRA - PR

      Tem gente que está por fora de tudo que é importante. Vivem no mundo da lua, é o caso destas pessoas da tal Imperatriz Leopoldinense, ele que väo comer pandeiros e repiques. Precisamos agir com mais força na mídia brasileira em geral, as pessoas säo muito mal informadas, pensam que o agro e composto por latifundiários arrogantes. Ledo engano.

      0
    • VICTOR ANGELO P FERREIRA VICTORVAPFNEPOMUCENO - MG

      ..A maioria dos que formam a Escola de Samba eram trabalhadores rurais e foram morar nas cidades participando do êxodo rural deixando as fazendas as moscas...Eles, na realidade é que são culpados pela substituição da mão de obra por produtos químicos...mas eles estão certos; É bem melhor pegar num pandeiro do que numa enxada...

      0