Proposta quer sustar decisão e liberar agrotóxicos que contenham substância ‘Paraquate’

Publicado em 12/02/2018 11:38
523 exibições

A Câmara dos Deputados poderá sustar resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que proíbe o uso no País de agrotóxicos que contenham a substância ativa ‘Paraquate’ em sua composição (Resolução 117/17).

É o que pretende o Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 817/17, do deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS). “O setor agropecuário se depara com a proibição de uma das ferramentas mais importantes para o cultivo de várias das principais culturas nacionais - como a soja, cana-de-açúcar, milho, algodão e trigo”, observa Heinze.

O deputado argumenta que o Paraquate é registrado e comercializado em 85 países, entre os quais EUA, Canada, Austrália, Japão e Nova Zelândia, que, segundo ele, possuem os sistemas regulatórios mais exigentes do mundo. Para Heinze, o parecer da Anvisa fundamentou-se em argumentos políticos e não científicos.

O parecer da Anvisa que proíbe o uso de Paraquate conclui que o manuseio do produto pode levar a mutação genética e causar a doença de Parkinson.

Heinze rebate as conclusões da Anvisa baseando-se no parecer do órgão sanitário da Austrália (Australian Pesticides and Veterinary Medicines Authority (APVMA), o qual, segundo o deputado, concluiu em 2016 que não há relação causal do Paraquate com a doença de Parkinson ou com mutagenicidade.

Tramitação


O projeto será discutido e votado pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois, será analisado e votado pelo Plenário da Câmara dos Deputados.

Veja a proposta na Íntegra

Tags:
Fonte: Agência Câmara Notícias

1 comentário

  • Saulo José Onofre marinho João pessoa - PB

    Querem aumentar o consumo de agrotóxicos no Brasil campeão de uso de agrotóxicos , e envenenar o meio ambiente e contaminar ainda mais o homem, proporcionando mais doenças, sobretudo câncer inclusive, conforme alerta o INCA, e centenas de publicações sobre o tema, que são publicadas anualmente.

    41
    • ELTON SZWERYDA SANTOSHORTOLÂNDIA - SP

      Saulo, pelo visto voce não faz a menor ideia de agricultura!! No máximo entende de macaxeira e girimum. Então não fala asneiras.

      0
    • ELCIO SAKAIVIANÓPOLIS - GO

      Saulo, vá plantar uma hortinha orgânica no seu quintal, em vez de ir no mercado. Se o alimento não está do jeito que vc quer, faça você mesmo seu próprio alimento.

      2
    • GILBERTO ROSSETTOBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Saulo "agradeça aos Agrotóxicos por estar vivo" ... esse é o livro de Nicholas Vital, Record, que indico para voce ler.

      1
    • SAULO JOSÉ ONOFRE MARINHOJOÃO PESSOA - PB

      Com certeza o grupo deve fazer parte do time , do quanto pior melhor. Certemente não leem , nem tampouco sabem da correlação agrotóxicos x meio ambiente x doenças. Ou sera que recebem a feira das multinacionais que envenenam e matam cada vez mais o povo brasileiro. Basta lerem o ultimo relatorio do Instituto Nacional do Câncer (IAC), que vão ver sobre o que estou falando. Os gaúchos e os sul-Mato-Grossense, sabem do que estou falando, com familias que manipulam agrotoxicos que adquirem doenças, e ate se suicidam .

      6