Ministra convida grupo de investidores chineses a visitar o Brasil

Publicado em 13/05/2019 18:09
217 exibições
Grupo mostrou interesse em investir em ferrovias, biotecnologia, suinocultura e infraestrutura. Tereza Cristina recebeu camiseta feita a partir de fibra de milho.

Em rodadas de negociações com investidores chineses nesta segunda-feira em Xangai (China), a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) convidou o grupo a visitar o Brasil. A ministra iniciou a segunda fase da viagem à Ásia.

Os investidores informaram que pretendem aumentar o volume de recursos aplicados em projetos brasileiros e demonstraram interesse em setores como ferrovias, biotecnologia, suinocultura e infraestrutura.

Nas conversas, apresentaram demandas para ministra, entre elas acordos para facilitação do comércio e simplificação de processos para destravar barreiras. Tereza Cristina se comprometeu a avaliar os pedidos.

Roupa de milho

No encontro, os investidores apresentaram produtos que fabricam na China. Alguns dos mais curiosos foram camiseta e meias fabricadas a partir da fibra de milho. Os produtos são desenvolvidos pelo grupo BBCA, que tem filial no Brasil, e presenteou a ministra com uma camiseta.   

Com o milho, usado como matéria-prima, a BBCA produz sacos plásticos, copos, embalagens e roupas.

o final do ano passado, o grupo chinês informou que pretende retomar as obras de construção de uma indústria em Maracaju (MS) para produção de amido de milho. De acordo com governo de Mato Grosso do Sul, o grupo anunciou investimentos de mais de R$ 2 bilhões no estado até 2020.

Pela BBCA, participaram do encontro: Rongie Li (presidente), Mengchen Chao (diretor da filial no Brasil), Hailong Huang (gerente-geral da filial do Brasil) e Coco Chen (diretora de negócios).

Tags:
Fonte: MAPA

1 comentário

  • Marcelo Albertini Mogi-Mirim - SP

    Precisamos de ferrovias, portos com calha mais profunda, extinção de CLT..., mas isso não irá ocorrer em curto prazo..., resultado: mais uma década perdida, que acumulará 50 anos de atraso..., reclamar de politicos? não..., nosso povo só pensa em carnaval, futebol, feriados..., aqui não se pensa em progresso.

    2
    • PAULO ROBERTO RENSIBANDEIRANTES - PR

      EXATO! Mas, essas obras não precisam, necessariamente, que o governo diga quais são as mais prioritárias e, é ele que vai administra-las, não é? ... ... O "ontem" nos mostrou, através da Operação Lava Jato, como somos roubados por essa corja que nos governa e, por essa elite de maus empresários!!!

      2