Morre Professor Vidal Pedroso de Faria

Publicado em 30/10/2020 18:07 176 exibições

NOTA DE PESAR

A Diretoria da Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq), bem como seus conselheiros e colaboradores, manifestam enorme tristeza pelo falecimento do Professor Vidal Pedroso de Faria, nesta sexta-feira (30), em Sorocaba (SP).

O Professor Vidal ingressou na Esalq/USP nos anos 1960 e fez história na Escola também por suas contribuições como docente e pela atuação inovadora, reconhecida internacionalmente, e que transformou o ensino, a pesquisa e extensão no Departamento de Zootecnia da nossa “Gloriosa”.

Nós, da Fealq, temos a honra e o orgulho de poder recordar, com gratidão e reverência, que o Professor Vidal também dedicou parte de sua vida à Fundação, onde ocupou com brilhantismo os cargos de Diretor e Diretor-presidente.

Aos familiares e à toda a comunidade esalqueana que teve o privilégio de conviver com o Professor Vidal, reiteramos todo respeito e toda nossa solidariedade neste momento. 

Homenagem ao professor Vidal Pedroso de Faria

Docente faleceu nesta sexta-feira, 30 de outubro, em Sorocaba

Faleceu nesta sexta-feira, 30 de outubro de 2020, Vidal Pedroso de Faria, professor Emérito da Esalq que atuou no departamento de Zootecnia. O sepultamento ocorre dia 31 de outubro, em Sorocaba (SP), em cerimônia restrita aos familiares. 

Nascido em Pouso Alegre (MG), em 5 de maio de 1940, Vidal Pedroso de Faria ingressou como estudante de Engenharia Agronômica em 1960 e, para concluir o curso, em 1964, escolheu a especialização em Zootecnia. Seu primeiro emprego foi na Fazenda Ipanema, do Ministério da Agricultura, mas em agosto de 1965, a convite do professor Aristeu Mendes Peixoto, foi contratado pelo Departamento de Zootecnia da Esalq. Entre 1987 e 1989 ocupou o cargo de administrador do campus Luiz de Queiroz e, entre 1992 e 1994, chefiou o departamento de Zootecnia da Esalq, sendo responsável por disciplinas de graduação e pós-graduação em nutrição, produção e manejo de bovinos leiteiros e de corte. Aposentou-se em 1995 e, por 22 anos, foi o responsável pelo editorial da Revista Balde Branco, da Cooperativa Central de Laticínios do Estado de São Paulo.

Em março de 2015, a Esalq homenageou o docente a inauguração da unidade experimental de confinamento de bovinos leiteiros “Professor Vidal Pedroso de Faria” (Confira a notícia) e, em agosto de 2017, o docente recebeu na Esalq o título de Professor Emérito (Confira notícia).

Prêmio – Entre as inúmeras distinções e reconhecimentos recebidos, destaca-se o prêmio concedido em 1995 pela American Dairy Science Association, que o reconheceu pelos serviços prestados à pesquisa e extensão em produção de leite. Foi o primeiro cientista do hemisfério sul a receber a láurea.

Pensando o leite – Entre novembro de 1992 e abril de 2015, o professor Vidal Pedroso de Faria assinou os editoriais da revista Balde Branco, publicação especializada no setor pecuarista leiteiro. Debruçou-se nessa tarefa com o objetivo de transferir seu conhecimento para profissionais do setor leiteiro do Brasil. Todo este trabalho encontra-se compilado na obra “Pensando o Leite”, lançado no Salão Nobre da Esalq em novembro de 2015 (Confira a notícia).

Projeto Memória – Vidal Pedroso de Faria foi o personagem entrevistado no Projeto Memória, publicado no boletim on-line Esalq notícias (edição 49, setembro de 2017). A entrevista na íntegra pode ser lida clicando aqui ou, em sua versão audiovisual, pode ser assistida clicando aqui.

Sobre a atividade docente, proferiu a seguinte frase durante à entrevista ao Projeto Memória: “O bom de ser professor é poder conviver com jovens, estimula bastante nossa atividade e mantém nosso espírito jovem. Mas me aposentei porque acredito que tinha que dar oportunidades aos jovens que estavam chegando”.

Tags:
Fonte:
Fealq

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário