Publicidade

No Congresso, Bolsonaro diz que agro é a locomotiva da economia no Brasil

Publicado em 04/02/2021 15:12 258 exibições
Novo presidente eleito da FPA, deputado Sérgio Souza (MDB-PR) considera este o melhor momento para avançar com as pautas da agricultura no parlamento

O Presidente Jair Bolsonaro participou, nessa quarta-feira (3), da solenidade de abertura dos trabalhos do Congresso Nacional em 2021. Antes de ler a mensagem do Executivo ao Legislativo, Bolsonaro para parabenizou parlamentares ligados a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) e disse que “o governo trata o homem do campo com responsabilidade e o setor é a locomotiva da economia no Brasil”.

Em seu discurso, Bolsonaro reforçou as pautas prioritárias para o governo esse ano e também pediu aos novos presidentes das Casas, Arthur Lira (PP-AL) na Câmara dos Deputados e Rodrigo Pacheco (DEM-MG) no Senado Federal, apoio para uma série de pautas, como pacto federativo, reforma administrativa, reforma tributária e agenda de concessões e privatizações.

O chefe do Executivo ressaltou ainda a atuação do governo durante a pandemia, com o pagamento do auxílio emergencial e a concessão de crédito para empresas. Além do esforço do governo para conter o desmatamento ilegal e crimes ambientais na Amazônia.

Convergência de agendas

Novo presidente eleito da FPA, o deputado Sérgio Souza (MDB-PR) considera este o melhor momento para avançar com pautas do agronegócio no Congresso e que há uma convergência de agendas entre Câmara, Senado e o presidente da República.

“É o melhor momento para avançarmos nas pautas caras ao setor produtivo. Vendem uma imagem no estrangeiro e na sociedade brasileira de que nós não produzimos com sustentabilidade, alimentos de qualidade e com responsabilidade ambiental, quando fazemos isso melhor que qualquer país do mundo,” afirma.

Publicidade

Sérgio Souza enfatiza ainda que a bancada tem três prioridades para este ano: regularização fundiária, licenciamento ambiental e nova lei de defensivos agrícolas.

“Vai ser um ano bom por um lado, mas difícil por outro. Temos uma safra recorde a ser colhida, com problemas pontuais em alguns Estados, mas temos problemas de preços, e temos que ficar atentos. A sociedade brasileira espera do Congresso e do governo que as coisas tenham equilíbrio”, afirmou.

Reformas

 Em pronunciamento conjunto na solenidade de abertura dos trabalhos do Congresso, Lira e Pacheco defenderam reformas e agilidade na vacinação contra a Covid-19 no país.

“Assegurar, de forma prioritária, que todos os recursos para aquisição de vacinas estejam disponíveis para o Poder Executivo e que não faltem meios para que toda a população possa ser vacinada no prazo mais rápido possível; e que a peça orçamentária a ser votada garanta que cada brasileiro terá a certeza de que o dinheiro do seu imposto estará disponível para sua vacina”, afirma o documento lido por Pacheco e Lira.

Eles ainda ressaltaram que serão prioridades em suas gestões as aprovações da reforma administrativa e da PEC dos Fundos Públicos.

Fonte:
FPA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário